Pesquisar este blog

Compartilhe



quinta-feira, 18 de maio de 2017

Sementes de Fé - 18/05/2017

Querida família, “Ave-Maria”!
As imagens da Virgem Maria e dos santos são recomendadas pela Igreja. Como conciliar esta permissão com a proibição do Antigo Testamento? De fato, há esta norma e todos nós a respeitamos. Como assim? Em que sentido?
A proibição diz respeito a Deus, isto é, Ele é invisível e incompreensível. É puro espírito, pois não tem matéria. Portanto, toda reprodução seria fruto da concepção da mente humana limitada. Não esgotaria o sentido absoluto ou total da realidade divina.
Há também o motivo de ordem prática. Em ambiente politeísta, os povos vizinhos de Israel adoravam vários deuses. Eram entidades idealizadas pela mente do homem, exteriorizadas por suas mãos. Há inclusive a adoração dos astros e das forças da natureza.
Esta severa proibição ajudava o Povo de Israel a se educar na adoração fiel ao Deus, único, vivo e verdadeiro, criador de todas as coisas. Assim, por razões práticas ou educativas, mas que também atingem a imagem do Mistério de Deus, há a proibição de representar os seres criados e de adorar e venerar os ídolos dos pagãos.
Atendamos ao pedido de Nossa Senhora de Fátima: “Meus filhos, rezem o terço todos os dias”.  
Nossa Senhora do Brasil, concedei à nossa Pátria viver na paz e na justiça com a bênção de Deus, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...