Pesquisar este blog

Compartilhe



sexta-feira, 31 de março de 2017

Sementes de Fé - 31/03/2017

Querida família, “Deixai-vos reconciliar com Deus”.
Na nossa vida, haverá momentos em que talvez estejamos doentes, bem como pessoas que vivem ao nosso lado. Isto é um tesouro de Deus que temos que cuidar. O Senhor coloca-se ao nosso lado para que amemos mais e aprendamos a encontrá-lo no debilitado ou enfermo.
Vale a pena recordar suas palavras: “Todas as vezes que fizestes o bem a um desses meus irmãos, foi a mim que o fizestes”.
A propósito, como vão as nossas obras de misericórdia?
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 26 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

26º Dia – Sexta-feira, 31 de março: ROMPER “Se, portanto, ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus. Afeiçoai-vos às coisas lá de cima, e não às da terra.” (Cl 3, 1-2) Romper pode ter tantos sentidos!... Quando você ouve este verbo o que lhe vem à mente? Algum relacionamento? Uma pessoa que deixou você ou que você deixou? Uma quebra, um corte? Talvez um pouco disto tudo. Normalmente, rompimentos em nossa vida causam transtorno e dor. Mas até mesmo para superar estas dores é necessário romper com o que as causa. Romper o que rompe! Mudar de atitude e o consequente corte, sempre em vista de uma vida nova, de algo mais verdadeiro. Não digo que seja algo mais prazeroso, pois, às vezes, o rompimento precisa se dar em relação ao prazer para que se prove mais autenticidade e, a longo ou médio prazo, felicidade. Romper com velhos hábitos não é fácil. Eles se grudam em nós como carrapatos. Depois de algum tempo, parece que fazem parte do corpo, mas são parasitas que estão sugando sangue, minando a vida. É preciso romper com algo ou até mesmo com alguém para você ser mais livre? Veja que ao me referir a romper com alguém não quero dizer cortar relações, mas romper com uma determinada forma de vincular-se a tal pessoa. Pense nisto! Medite em Colossenses 3, 1-10 Reze: Ajuda-me a romper com tudo aquilo que me afasta de ti, Senhor! *Dia de Jejum

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

quinta-feira, 30 de março de 2017

Sementes de fé - 30/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

"De tal modo amou Deus o mundo que lhe entregou o seu Filho único, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna".

Na Cruz, Jesus consumou a entrega plena à vontade do Pai e o amor por todos os homens, por cada um: "Ele me amou e se entregou por mim".

Se nós desejarmos imitar Jesus, devemos unir-nos ao oferecimento de Jesus ao Pai, aceitando a vontade de Deus em cada situação do nosso dia.

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 25 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

 25º Dia – Quinta-feira, 30 de março: DISCIPLINAR “Meu flho, não desprezes a disciplina do Senhor, nem te espantes que ele te repreenda, porque o Senhor castiga aquele a quem ama, e pune o flho a quem muito estima.” (Prov 3, 11-12) Sem disciplina não há crescimento em nenhuma área da vida. Disciplina não pode e nem deve ser encarada como um fardo pesado, mas como processo de autoeducação para que se possa evoluir. Certamente você já ouviu falar de Oscar Schmidt e toda sua história de superação frente ao câncer. Ele é reconhecido, além disso, como o maior “cestinha” de todos os tempos e, por isso, foi chamado de “mão santa”, por causa das espetaculares cestas que marcava em cada partida. Mas veja o que ele declarou: “Mão santa, coisa nenhuma; eu treino muito para ser preciso nos arremessos. Depois de cada treino com a equipe, para me aprimorar ainda mais, eu fco na quadra e pratico cerca de mil arremessos”. Como queremos nos aprimorar na Obra de Deus e no crescimento espiritual sem disciplina na meditação da Palavra, na oração, na vida de comunhão e estudo? Como anda sua disciplina espiritual? Não está na hora de algum gesto de mudança nesta área? Medite em Jó 5 Reze: Quero me comprometer com a excelência, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

quarta-feira, 29 de março de 2017

Sementes de fé - 29/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

Em nosso tempo, é comum conceber a vida independente da fé. Em consequência, o mundo passa a ser considerado como um fim em si mesmo, sem nenhuma referência a Deus. Este paganismo contemporâneo caracteriza-se pela busca do bem-estar material a qualquer preço. Dentro desta perspectiva, palavras como Deus, pecado, cruz, mortificação, vida eterna... tornam-se incompreensíveis.

Muitos começam por pôr Deus entre parêntese em algum aspecto da sua vida pessoal, familiar, profissional; por fim, acabem por expulsá-lo. Com uma soberba ridícula, querem colocar no seu lugar a pobre criatura humana, reduzindo-a ao ventre, ao sexo e ao dinheiro.

E nós, partilhamos dessa mentalidade? Buscamos a Deus somente como instrumento dos nossos desejos e conveniências?

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 24 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

24º Dia – Quarta-feira, 29 de março: MORTIFICAR “... castigo o meu corpo e o mantenho em servidão, de medo de vir eu mesmo a ser excluído depois de eu ter pregado aos outros.” (1 Cor 9, 23) Santo Afonso de Ligório diz que “ou a alma subjuga o corpo, ou o corpo escraviza a alma”. Este é um ponto que um cristianismo açucarado não gosta de tratar. É claro que não devemos entrar numa espécie de rigorismo que vê as mortifcações como meios de santidade e elevação espirituais nelas mesmas. Não é Deus que precisa de nossa mortifcação, somos nós. Aqui, entendemos por mortifcação como abnegação, autodomínio e autodisciplina. Gestos que visam nossa união a Cristo e sua vontade. Veja o que diz o Catecismo da Igreja Católica,1434: “A penitência interior do cristão pode ter expressões bem variadas. A escritura e os padres insistem principalmente em três formas: o jejum, a oração e a esmola, que exprimem a conversão com relação a si mesmo, a Deus e aos outros. Ao lado da purifcação radical operada pelo batismo ou pelo martírio, citam, como meio de obter o perdão dos pecados, os esforços empreendidos para reconciliar-se com o próximo, as lágrimas de penitência, a preocupação com a salvação do próximo, a intercessão dos santos e a prática da caridade, ‘que cobre uma multidão de pecados’” (1Pd 4,8). Qual gesto de penitência, mortifcação, você pode fazer hoje? Medite em 1Coríntios 9, 19-27 Reze: Liberta-me de mim mesmo, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

terça-feira, 28 de março de 2017

Sementes de fé - 28/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

O Evangelho de hoje apresenta-nos um homem que esperava obter sua cura milagrosa nas águas da piscina de Betesda. Jesus, vendo-o deitado, perguntou-lhe: Queres ficar curado? O enfermo falou-lhe: Senhor, não tenho ninguém que me ajude. Jesus ordenou-lhe: levanta-te, toma o teu leito e anda. Isto aconteceu num sábado. Ora, sábado é um dia sagrado para os judeus. E Jesus o respeitava religiosamente. Porém, Ele nos mostra que o preceito maior é fazer o bem, é resgatar o necessitado.

Na Quaresma, contamos com uma assistência especial de Deus para nos curar e levantar de nossa vida medíocre, espiritualmente relaxada.

Peçamos: "Criai em mim, Senhor, um coração puro e um espírito resoluto".

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 23 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

23º Dia – Terça-feira, 28 de março: CONTEMPLAR Disse Moisés: “Vou me aproximar, disse ele consigo, para contemplar esse extraordinário espetáculo, e saber porque a sarça não se consome.” (Êx 3, 3) De uma sarça – um arbusto – crepitante no deserto à intimidade de um homem que falava face a face com Deus e Deus ouvia: “O Senhor se entretinha com Moisés face a face, como um homem fala com seu amigo” (Êx 33, 11). Moisés foi conduzido não apenas pelos caminhos da autoridade espiritual, mas da intimidade com Deus. De um espetáculo que despertava os sentidos à mais despojada experiência interior, feita de esvaziamento e de pura fé. Só assim, Ele pôde depois de quarenta anos, contemplar Canaã ao longe e morrer no alto do monte Nebo, sem, no entanto, pisar na terra das promessas (Dt 34, 1-5). Na verdade, ele contemplava a verdadeira Canaã que está junto de Deus. O caminho da contemplação é o caminho da intimidade. Estreite a cada dia esta intimidade com o Pai. Medite no Salmo 26 Reze: Quero contemplar tua face, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

segunda-feira, 27 de março de 2017

Sementes de fé - 27/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

Todos conhecemos a chamada lei do Talião: "Dente por dente, olho por olho". Em nossos dias é a chamada justiça justiceira, ou seja, fazer justiça com as próprias mãos. O desregramento social e a impunidade levam-nos a experiências negativas e desastrosas.

Hoje em dia, é comum pleitear e decantar uma liberdade absoluta. Porém, ninguém é livre para desrespeitar os outros. Não raro, nos deparamos com filmes, peças teatrais, programas televisivos, etc. que ofendem a nossa fé, a fé da maioria. Queiram ou não, as raízes do nosso Ocidente são profundamente cristãs. Não podemos entender a nossa História e os Direitos Humanos fora do Cristianismo.

A Quaresma nos convoca a responder, de forma legal, aos desaforos e a liberdade sem fronteira que desrespeitam os direitos, valores e as crenças dos outros. Comecemos, por nós mesmos, a respeitar o que é sagrado para a nossa fé

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 22 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

22º Dia – Segunda-feira, 27 de março: SERVIR

 SERVIR “Servi o Senhor com alegria.” (Sl 99, 2) Certamente você já ouviu o seguinte adágio: quem não vive para servir, não serve para viver. O próprio Papa Francisco, recentemente falou sobre isto: “Tem gente que passa toda a vida sem nunca perceber as necessidades dos outros. Pessoas que passam sem viver, que não servem os outros. Lembrem-se bem: quem não vive para servir, não serve para viver”. Quem se coloca aberto aos ensinamentos do Mestre e se deixa ser guiado pelo Espírito, perceberá que diariamente terá muitas oportunidades de servir. Mas é preciso lembrar que este serviço não pode se limitar às pessoas que gostamos. É preciso sair de si para ir ao encontro do outro que mais sofre. “Olhar Jesus no faminto, no prisioneiro, no doente, no nu, em quem não tem trabalho e deve levar avante uma família. Olhar Jesus em quem está triste, só, em quem erra, em quem precisa de conselho, caminhar em silêncio com quem precisa de companhia – estas são as obras que Jesus pede a nós. Olhar Jesus nestas pessoas. Por quê? Porque Jesus nos olha assim”, afrma Francisco. Como anda seu serviço? Medite em João 13, 1-20 Reze: Dispõe de mim, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

Dia 21 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.


21º Dia – Domingo, 26 de março: RECONHECER “Foi assim que José reconheceu a seus irmãos, mas eles não o reconheceram.” (Gn 42, 8) Não basta conhecer; é necessário reconhecer. Um relacionamento para se estreitar e manter-se no decorrer dos anos necessita de reconhecimento, ou seja, conhecer de novo. Cada um dos apóstolos conheceu Jesus numa determinada circunstância e com Ele conviveram durante três anos. Em sua despedida, durante a última Ceia, Ele indicou como O deveriam reconhecer no partir do pão. Não é de se espantar que eles não O tenham reconhecido, quando se manifestou a eles já ressuscitado. E mais: era necessário que aprendessem a reconhecê-Lo, mesmo sem O verem (Jo 20,29). Não há discipulado verdadeiro se não reconhecemos como o Senhor se faz presente junto de nós nos tempos e circunstâncias diversos. Peça esta sabedoria ao Espírito. Medite em Lucas 24, 13-35 Reze: Abre meus olhos para que eu veja, Senhor!


Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

domingo, 26 de março de 2017

Sementes de fé - 26/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus"
A liturgia do domingo passado estava voltada para o tema da água; a de hoje sobre a imagem da luz. Nada é mais maravilhoso e belo para um cego do que a recuperação da vista. No sentido sobrenatural, somos todos cegos. Cristo, porém, pode nos levar à luz, à verdade, pode abrir-nos os olhos.
A imagem da luz se presta muito bem para evidenciar a ação de Cristo em nossa vida. Nós achamos que enxergamos, mas se nos aproximarmos só um pouco mais da Luz de Cristo, perceberemos quão profunda é a nossa cegueira.
Não basta encontrar a luz e a verdade da fé. Elas devem permear a nossa vida também nos mínimos detalhes. Está na luz só quem cumpre as obras da luz. A verdade está em nós somente se as mesmas obras de Cristo estiverem em nós.
Oremos: "Ó Deus, luz de todo ser humano que vem a este mundo, iluminai-nos com a vossa graça, para pensarmos sempre o que vos agrada e amar-vos de todo coração".
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

sábado, 25 de março de 2017

Sementes de fé - 25/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

Hoje é dia da Anunciação do Senhor. O Evangelista São Lucas descreve o fato, lembrando que, no sexto mês, a contar da concepção de João, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a Nazaré, a uma virgem chamada Maria. Ele a saudou, dizendo: "Ave (alegra-te), cheia de graça, o Senhor está contigo. Não temas, Maria! Encontraste graça junto a Deus. Eis que conceberás no teu seio e darás à luz um filho e tu o chamarás de Jesus". Maria responde: "Eu sou a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra".

"Ao entrar no mundo, Cristo disse: Eis-me aqui, ó Pai, para fazer a tua vontade". E Maria: "Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor"!

Oremos: "Ó Deus, confirmai em nossos corações os mistérios da verdadeira fé, para que, proclamando verdadeiro Deus e verdadeiro homem aquele que nasceu da Virgem, cheguemos à felicidade eterna pelo poder da sua ressurreição".

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

 

 

 

Dia 20 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

20º Dia – Sábado, 25 de março: INCLINAR “Mantém o teu coração firme e sê constante, inclina teu ouvido e acolhe as palavras de inteligência, e não te assustes no momento da contrariedade.” (Eclo 2, 2) Os salmos apresentam um pedido que algumas vezes é repetido: “inclina, Senhor, teus ouvidos”. Mas se o homem quer receber o inclinar dos ouvidos de Deus, é necessário que ele incline seus ouvidos, seu corpo, sua atenção; é necessário que ele se incline, se curve, se dobre diante de Deus. O relato do livro do Gênesis sobre a queda do ser humano (Gn 3) mostra que o homem e a mulher se deixaram seduzir por aquele que recusou a curvar-se diante de Deus: satanás. E a grande sedução que ele continua a exercer sobre o gênero humano é esta: “Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, vossos olhos se abrirão, e sereis como deuses, conhecedores do bem e do mal” (Gn 3, 4). Incline-se diante de Deus e, com humildade, acolha toda sabedoria que fluirá sobre você no momento em que você se predispuser a escutar. Acolha o inclinar definitivo e amoroso de Deus sobre a humanidade, quando o Verbo se fez carne e assumiu em tudo nossa humanidade, menos no pecado (Fp 2, 6-7). Medite no Salmo 39 Reze: Inclino meu ser. Quero te escutar, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

sexta-feira, 24 de março de 2017

Sementes de Fé - 24/03/2017

Querida família, “Deixai-vos reconciliar com Deus”.
“Chegada a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho ao mundo, nascido de uma mulher”.
A Igreja celebra amanhã o mistério da Encarnação da Palavra de Deus e, ao mesmo tempo, a vocação de Nossa Senhora, que conhece através do Anjo a vontade de Deus a respeito dela. Com o seu Sim “Faça-se em mim a tua vontade”, tem início a Redenção.
Com o consentimento de Maria, “o Verbo Divino assumiu a natureza humana: a alma racional e o corpo formado no seio puríssimo de Maria. A natureza divina e a natureza humana uniram-se numa única pessoa: Jesus Cristo, verdadeiro Deus e, desde então, verdadeiro homem”.
Oremos: “Ó Deus, quisestes que vosso Verbo se fizesse homem no seio da Virgem Maria; dai-nos participar da divindade do nosso redentor, que proclamamos verdadeiro Deus e verdadeiro homem”.
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil


Dia 19 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

19º Dia – Sexta-feira, 24 de março: VIGIAR “Vigiai, pois, com cuidado sobre a vossa conduta: que ela não seja conduta de insensatos, mas de sábios que aproveitam ciosamente o tempo, pois os dias são maus.” (Ef 5, 15-16) Dizer que os dias são maus não é alimentar uma visão negativa sobre a atualidade; é, antes, ser consciente da maldade que está dentro de nós, pelo pecado, ao redor de nós, no mundo, e nos planos invisíveis. Esta vigilância implica uma postura ativa que deve levar o discípulo a viver no mundo, sem ser do mundo (Jo 15, 19). Estar no mundo e não ser do mundo, não é apenas evitar o pecado: é viver a mensagem que Cristo nos ensina e Sua verdade servindo os marginalizados, todos os que sofrem injustiça, os refugiados, pobres, doentes, presos, nossos inimigos e “o menor deles”, como diz o Senhor no Evangelho. Vigiar para manter a lâmpada acesa, para que a escuridão não reine. Como anda sua lâmpada interior? Você tem cuidado para que não falte “óleo”? Medite em Mt 25, 1-13 Reze: Mantém minha chama acesa, Senhor! *Dia de Jejum

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

quinta-feira, 23 de março de 2017

Sementes de Fé - 23/03/2017

Querida família, “Deixai-vos reconciliar com Deus”.
Ouvir a voz do Senhor e não lhe fechar o coração é o fundamento de toda verdadeira oração.  Ele, por sua vez, nos revela: “Eu sou a salvação: quando em qualquer aflição clamarem por mim, eu os ouvirei e serei seu Deus para sempre”.
Oremos: “Vós nos dais, Senhor, vossos preceitos para que sejam observados fielmente. Possam meus passos orientar-se no cumprimento de vossa lei”.
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil


Dia 18 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

18º Dia – Quinta-feira, 23 de março: OUVIR “Por isso, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações...” (Hb 3, 7-8) Certa vez ouvi uma defnição de diálogo que me tocou e que guardei, procurando nela me inspirar para falar e ouvir. Nem sempre dou conta de segui-la, mas ela continua a me desafiar: diálogo é a palavra que atravessa o coração! E quando se fala de palavra, não é apenas o que se fala, mas a realidade do outro, da vida como um todo. Ouvir é, assim, acolher a realidade, passando-a no cora- ção, como fez Maria que “conservava todas estas coisas meditando sobre elas em seu coração” (Lc 2, 19). A meditação, como desdobramento da escuta, permite à alma discernir sobre o que deve ser guardado e o que deve ser afastado. Há pessoas que guardam tudo indistintamente e até pior: guardam o que adoece, o que machuca. O que você tem ouvido e o que você tem guardado? Só lembrando: o verbo ouvir aparece 1085 vezes na Bíblia. Dá pra perceber que ele é essencial, não é verdade? Medite em Tiago 1, 22-27 Reze: Efatá! Abre meus ouvidos, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

quarta-feira, 22 de março de 2017

Sementes de fé - 22/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".
O conhecimento e a prática dos mandamentos nos proporcionam vida, sabedoria e participação nas promessas divinas. É o que a Palavra de Deus, hoje, nos afirma.
De fato, Jesus nos diz: "Não penseis que vim abolir a lei e os profetas. Não vim para abolir, mas dar pleno cumprimento".
Diante da mentalidade tão relaxada e indisciplinada em que vivemos, vale a pena revisar a nossa vida. Tantas vezes, vemos nos outros o que não enxergamos em nós mesmos.
Oremos: "Orientai meus passos, Senhor, segundo a vossa palavra, e que o mal não domine sobre mim".
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 17 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

17º Dia – Quarta-feira, 22 de março: CAMINHAR “O coração do homem dispõe o seu caminho, mas é o Senhor que dirige seus passos.” (Prov 16, 9) Cora Coralina, uma das grandes escritoras brasileiras, assim escreve: “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” Quantos tem um ponto de partida positivo, no seio familiar com muito amor, boa educação, princípios sólidos transmitidos, mas, ao longo do caminho foram se esquecendo de sua origem e se desviaram. É sempre Deus que dirige nossos passos, mas isto se dá dentro de nossa liberdade. São as pequenas permissões que damos diariamente que favorecem nosso caminho ou abrem um descaminho. O livro do Êxodo, tão próprio para se meditar durante a Quaresma, é a história da caminhada do Povo de Israel e como entre luzes e sombras chegou à Terra de Canaã. Infelizmente, na sua grande maioria, muitos perderam o foco, diante das provações. Não deixe que isso aconteça com você. Há trechos difíceis, mas saiba que você jamais estará sozinho. Medite em João 14, 1-6 Reze: Não os meus caminhos, mas os teus caminhos, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

terça-feira, 21 de março de 2017

Sementes de fé - 21/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

No Evangelho da Missa de hoje, a pergunta do Apóstolo Pedro – "Senhor, quantas vezes devo perdoar se meu irmão pecar contra mim" – dá o ensejo para Jesus responder, contando que "um rei resolveu acertar as contas com seus servos". Um lhe devia uma enorme quantia. Diante da súplica de perdão, o patrão perdoou-lhe a dívida. Porém, ao sair dali, encontrou um companheiro que lhe devia algumas moedas. A sua atitude foi totalmente inversa à benevolência recebida.

Valeria a pena ler e meditar este Evangelho. Não nos surpreendamos se nos identificarmos tantas vezes com este comportamento. É hora de pensarmos no que rezamos na oração do Pai nosso: "Perdoai-nos as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores".

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

 

 

Dia 16 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

16º Dia – Terça-feira, 21 de março: SUBIR “O sábio escala o caminho da vida, para evitar a descida à morada dos mortos.” (Prov 15, 24) Eu diria que para subir à presença de Deus e no caminho da vida, e evitar a descida à mansão dos mortos – a condenação – é preciso descer ao interior de si mesmo. Para tocar o céu é preciso beijar a terra. Para ser exaltado é necessário ser humilde. José, o flho mais novo, o mais fraco dos irmãos, que depois de descer ao “fundo do poço”, depois de ser escravo e ainda assim, como escravo, condenado à prisão, veio a ser exaltado por Deus e ser o governador do Egito. Porque para subir é preciso se libertar do excesso, dos pesos extras que só retardarão a eleva- ção. Tão diferente da lógica humana, onde os detentores de poder humilham os pequenos, porque acham que são melhores. Mas Ele “derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes” (Lc 1, 52). Você quer subir ao monte de Deus? Aceite a disciplina das planícies e o despojamento do “vale escuro” (Sl 22, 4). Medite em Lucas 1, 46-56 Reze: Lembra-te de teu pobre servo, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

segunda-feira, 20 de março de 2017

Sementes de Fé - 20/03/2017

Querida família, “Deixai-vos reconciliar com Deus”.
“Eis o servo fiel e prudente a quem o Senhor confiou a sua casa”. Este homem fiel e prudente é José, é o querido São José. O centro de sua vida foram Jesus e Maria, foi o cumprimento da missão que Deus lhe confiara. Nada desviou do caminho que lhe tinha sido traçado: foi homem que Deus, num gesto de profunda confiança, colocou na frente de sua família aqui na terra.
A nossa vida não tem outro sentido senão sermos fiéis ao Senhor, em qualquer idade ou circunstância em que nos encontremos.
Que também nós, no final do nosso percurso terreno, possamos ser acolhidos na Casa Paterna: “Servo, bom e fiel, entra na alegria de teu Senhor”.
Oremos: “Concedei-nos, ó Deus, servir-vos com um coração puro como São José, que se entregou para servir o vosso Filho”.
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 15 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

15º Dia – Segunda-feira, 20 de março, Solenidade de São José: LARGAR “Quem de vós estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra.” (Jo 8, 7) Estavam todos prestes a apedrejar aquela mulher pega em flagrante adultério, mas, diante das palavras de Jesus, um a um foi deixando cair – largando – as pedras e se retiraram. Seja largar a pedra, pôr a mão no arado e olhar para trás, deixar que os mortos enterrem seus mortos, deixar pai e mãe, tudo se refere a esta liberdade interior. Largar é deixar cair, soltar. Não abre a mão quem não abre mão. As pedras que se ajuntam nas mãos para serem lançadas, são recolhidas na pedreira do coração. É ali que a dureza prende, impede de ser livre. O que você precisa largar, de algo material a um sentimento? O que é necessário que se solte? Deixe a pedra cair, deixe o peso sair. Medite em Lucas 9, 51-62 Reze: Deixo cada pedra cair!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

domingo, 19 de março de 2017

Sementes de fé - 19/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

Neste terceiro domingo da quaresma, temos um encontro especial com Jesus. Assim como a Samaritana, na rotina de suas obrigações diárias, também nós, envoltos em nossos afazeres, obrigações e responsabilidades, desejamos um apaziguamento restaurador. A imagem do poço em um oásis cercado pelo deserto ilustra bem o encontro com Deus, o único capaz de nos saciar.

À semelhança da Samaritana, Jesus também nos pede a água do poço da nossa vida, tantas vezes salobra, ensejando nos oferecer a água da vida eterna. A água que Ele nos dá é a batismal, fonte do Espírito Santo.

É oportuno rever a vivência dos nossos compromissos de batizados.

"Ao pedir à Samaritana que lhe desse de beber, Jesus lhe dava o dom de crer".

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

 

Dia 14 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

14º Dia – Domingo, 19 de março: AMAR “Dou-vos um novo mandamento: Amai-vos uns aos outros. Como Eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.” (Jo 15, 34) E Jesus completa dizendo: “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” Ele não fala de práticas piedosas, de gestos rituais, de vestes eclesiásticas ou determinadas preces. Ele fala do amor. Todas as outras coisas, se não nos ajudarem a viver no amor, são inúteis. Nosso culto, nossa liturgia, nossas estruturas, nossos templos, se não nos ajudarem a vivermos o Mandamento Novo, serão apenas barulho religioso: “bronze que soa, ou címbalo que retine” (1Cor 13, 1). Vã será nossa teologia, espiritualidade e mística. Este Caminho que estamos fazendo se não nos levar a este cerne, se nele não nos confirmar, será, na verdade, descaminho. Só no amor e pelo amor que nos salvamos. Rezar mais para amar mais; ir mais à missa para amar mais; ler e formar- -se para amar mais; e assim por diante. Se assim não for, ouviremos do Senhor: “nunca vos conheci. Retirai-vos de mim, operários maus” (Mt 7, 23) Medite em 1Coríntios 13 Reze: Ama em mim, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

sábado, 18 de março de 2017

Carta de sacerdote a jovem que parodiou “aborto” da Virgem Maria comove as redes

BUENOS AIRES, 13 Mar. 17 / 06:00 pm (ACI).- Uma carta dirigida à jovem argentina que parodiou o “aborto” da Virgem Maria comoveu as redes sociais, não só porque o seu autor, um sacerdote, repreende a feminista por ter atacado a Mãe de Cristo, mas também porque assegura que caso se arrependa de coração, o “sangue do Filho de Maria pode renová-la e limpá-la”.
Em 8 de março, por ocasião do Dia da Mulher, um grupo feminista fez uma manifestação pelas ruas principais de Tucumán. Em frente à Catedral da cidade, uma das manifestantes representou o aborto da Virgem Maria, com muita tinta vermelha para simular o sangramento.
Este acontecimento foi duramente criticado nas redes sociais, onde a jovem foi identificada como a psicóloga infantil Marina Breslin.
“Para mim, não é algo fácil escrever para você. Uma mistura de indignação e tristeza invade a minha alma, assim como a de centenas de milhares e talvez milhões de argentinos”, expressa o Pe. Leandro Bonnin, sacerdote da cidade argentina de Entre Ríos. “Para qualquer argentino de lei, atacar a sua mãe é algo muito grave. E você atacou a minha, a nossa, a Mãe do povo argentino, inclusive daqueles que hoje, confusos ou que desconhecem o rosto e o colo dela, não a sintam como tal”.
Em sua conta do Facebook, o sacerdote advertiu que, embora “quase nada nos surpreenda”, o “delito reconhecido como uma blasfêmia” representada em Tucumán “ultrapassou todos os limites”, pois contém “todos os sinais inequívocos de algo diabólico, devido à sua malícia, sua perversidade e, sobretudo, pelo ódio a Maria”.

“E, paradoxalmente, esta Mulher que parodiaste é, como mulher e como Mãe, a mais esplêndida e certeza reivindicação de figura feminina”, porque “a mulher nunca foi localizada em um lugar tão alto na história”, como quando Maria “ofereceu o seu corpo e toda a sua existência ao plano de Salvação de Deus” e deu à luz, “em uma gruta escura, Aquele que seria a Luz do mundo”.
“Uma mulher nunca foi tão influente, tão valorizada, tão exaltada, como quando Ela – que você zombou –, de pé junto ao Filho Bendito do seu ventre – o qual você se atreveu a representar abortado – uniu as suas dores de Mãe ao Sacrifício Redentor, levando o seu Sim até o extremo, sem reservas, sem medidas”, acrescentou.
O Pe. Bonnin advertiu que o que a jovem fez “não é apenas um pecado, mas também um crime”. “E por isso, para a educação das novas gerações, para que o mal não permaneça impune, para que o nosso povo não acredite erroneamente que tudo é possível, nós pedimos, exigimos das autoridades uma punição exemplar”.
Entretanto, “ao mesmo tempo que exigimos justiça” com relação ao cristianismo e que “deixe de existir a demência e a anarquia que ofendem os católicos, elevamos uma oração por você e por todas as mulheres que, como você, não conseguem compreender”; porque “o Menino que você se atreveu a imaginar não nascido nos ensinou: ‘Amem os vossos inimigos, rezem pelos seus perseguidores’”.
“Marina, na imagem horrível que você representou e todos puderam ver, tinha o sangue” da Mãe e do Filho; mas “este sangue que você representou com irônico desprezo é a tua esperança, é a nossa esperança. Para onde abundou o pecado, superabundou a graça. Porque este sangue grita com mais força do que o sangue de Abel. Porque Jesus derramou pelos teus pecados e pelos meus”.
O sacerdote disse que não conhecia a história da jovem, mas é possível “que o amor verdadeiro e gratuito não tenha visitado a sua vida” e não tenha experimentado “a beleza do rosto e do amor de Jesus”.
“Mas eu quero que você saiba que, se por um momento você abrir a sua alma; se você deixar de lado o orgulho, se reconhecer humildemente o seu pecado, se você se arrepender de coração... o Sangue do Filho de Maria pode te renovar e limpar”, assegurou.
O sacerdote escreveu para a jovem que Maria “está te esperando. Ela já te perdoou. Há um lugar para você no colo dela. Como para todos nós, que a invocamos todos os dias, dizendo: ‘Rogai por nós, pecadores’”.
Finalmente, disse que “o segredo gigantesco” que sustenta aqueles que amam e defendem os não-nascidos é que “a vida vencerá”, que “já venceu” e que nem todo o ódio, as astúcias ou os poderes terrenos poderão derrotá-la. “Na manhã do domingo, na vitória Pascal, a Vida teve a vitória decisiva, que só espera se manifestar plenamente quando Jesus vier pela segunda vez”, afirmou.
“Enquanto isso, nós, que amamos e defendemos a vida, continuaremos firmes na brecha, embora pareça que estamos perdendo por goleada. Porque o Amor e a Esperança nos sustentam. Porque a fé nos diz: ‘o que eles fizeram com os menores, fizeram comigo’. E porque Ele prometeu: ‘Eu estarei com vocês até o fim do mundo’”, concluiu.

Sementes de fé - 18/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

Que maravilha rezar com o salmista (102): "Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de teus favores. Pois ele te perdoa de toda a culpa e cura toda a tua enfermidade. Não fica sempre repetindo as suas queixas nem guarda eternamente o seu rancor. Não nos trata como exigem nossas faltas nem nos pune em proporção às nossas culpas". Podemos nos perguntar: e nós? Como lidamos com Deus, os outros, a vida...

Oremos: "Perdoai-nos, ó Deus, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido".

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 13 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

13º Dia – Sábado, 18 de março: SUPERAR “Veio o Anjo do Senhor uma segunda vez, tocou-o e disse: ‘Levanta-te e come, porque tens um longo caminho a percorrer’”. (1Rs 19, 7) Há horas que dói demais. E a dor parece insuportável. Há horas em que parece que se chegou ao fim da linha, a um túnel sem saída, a um buraco sem fundo. O terror parece dominar a alma. A morte parece, senão o fm, a única saída. Para Elias pareceu isto. Para Sansão significou não apenas a perda de toda força, mas também a cegueira. Entretanto, como conta a lenda da Fênix, da cinza se renasce. Superação. Resiliência. A vida é mais forte. Deus é mais forte! É Ele quem tem a última palavra. E a última palavra é vida. Pela vitória de Jesus sobre a morte, cada situação que vivemos é iluminada pela ressurreição. Algo precisa ser superado em sua vida? Medite em Juízes 16, 4-31 Reze: Tudo posso naquele que me fortalece!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

sexta-feira, 17 de março de 2017

Sementes de fé - 17/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".

Um Padre, sábio e santo, da antiguidade cristã, dizia: "há quem jejue sem jejuar, e quem sem jejuar, jejua". A primeira vez que tive contato com essa sua advertência, tive a impressão de um jogo de palavras. Porém, relendo-a, percebi sua sutileza. O jejum externo sem o jejum do pecado, não alcança seu objetivo e razão de ser. Jejuar significa abster-se do que é prazeroso e lícito, a fim de aprender a recusar o que é ilícito e pecaminoso.

Oremos: Ó Deus, que o jejum desta quaresma corrija nossos vícios, eleve nossos sentimentos, fortifique nosso espírito fraterno e nos garanta uma eterna recompensa".

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 12 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

12º Dia – Sexta-feira, 17 de março: PERDOAR “Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai-vos mutuamente.” (Cl 3, 13b) Não há Caminho Espiritual sem perdão. Isto porque o centro da vida espiritual é o Amor e o amor em nós está ferido pelo pecado. A forma como o amor pode ser curado é através do perdão. Perdoar, pedir perdão, liberar perdão, perdoar-se. Não dar espaço ao perdão é como amarrar uma corda ao pescoço, tendo uma pedra (a mágoa, o ressentimento, o ódio...) na outra extremidade. Esta pedra levará a pessoa para o fundo do mar, para o abismo. O perdão que Jesus conquistou na cruz nos possibilita cortar esta corda, para que não sejamos arrastados à infelicidade, ao vazio, aos adoentamentos diversos da alma e, até mesmo, à condenação. Mas é necessário cortar esta corda. Nem sempre você conseguirá lidar com a pedra, mas poderá cortar a corda. Isto está ao seu alcance. E este é um exercício constante. Medite em Mateus 18, 15-35 Reze: Liberta-me, Senhor, pela força do perdão! *Dia de Jejum

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

quinta-feira, 16 de março de 2017

Sementes de fé - 16/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".
A quaresma é tempo de mortificação, é tempo de fortalecer a vontade, a fim de fazer morrer em nós os desejos pecaminosos, evitando tudo que alimenta nossas paixões desordenadas, maledicências, mentiras, desonestidades, infidelidades, etc. Quais os maus desejos que estão mais presentes em nós? É preciso mudar. Com a graça de Deus nada é impossível.
Oremos: "Ó Deus, que pela mortificação do corpo, sejamos espiritualmente fortalecidos pelos frutos das boas obras".
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 11 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

11º Dia – Quinta-feira, 16 de março: RECICLAR “Guias cegos! Filtrais um mosquito e engolis um camelo.” (Mt 23, 24) Tenho usado verbos que são muito próximos uns dos outros, mas cada um é carregado de sentido. Eles se complementam como pinceladas num quadro, onde existem não apenas as cores, mas as nuances de cada cor. Assim, também, com estes verbos. Reciclar talvez seja um dos mais necessários diante de uma cultura consumista e descartável, como vivemos em nossos dias. Mais do que reutilizar, eu diria que é requalificar, dar um novo sentido, uma nova energia. É interessante que na coleta seletiva para reciclagem, cada elemento tem um destino. Há certas coisas que precisam, de fato, ser descartadas. Mas, muitas vezes, acabamos por misturar tudo. O que era para ser jogado fora fica guardado e o que era para receber um outro tratamento é descartado. O que hoje em sua vida significaria reciclar, tanto na vida pessoal como na sua vida espiritual? Medite em Filipenses 1, 3-11 Reze: Dá-me o dom do discernimento, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

quarta-feira, 15 de março de 2017

Sementes de Fé - 15/03/2017

Querida família, “Deixai-vos reconciliar com Deus”.
Há pessoas que não sabem o que fazem; porém, a maioria não faz o que sabe. Nós, tantas vezes, podemos nos encontrar entre aqueles que sabem e não fazem. Nosso problema não é saber, mas não ter força de vontade. Os exercícios quaresmais, jejum, abstinência, oração e o amor fraterno, visam a fortalecer nossa vontade, a fim de jejuarmos do pecado, abster-nos das paixões, criar tempo para a oração e lutar pela vida fraterna.
Oremos: “Ó Deus, criai em mim um coração puro e um espírito decidido”.
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil


Dia 10 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

10º Dia – Quarta-feira, 15 de março, Dia de S. Clemente Maria Hofauer: RECOMEÇAR “É graças ao Senhor que não fomos aniquilados, porque não se esgotou sua piedade. Cada manhã ele se manifesta e grande é sua fdelidade.” (Lam 3, 22-23) Todos os dias temos a chance de recomeçar. Deus graciosamente fez dia e noite, tarde e manhã. Sol e lua. Fez as estações do ano. Cada um com seu propósito. E ao sétimo dia descansou… Para então recomeçar. Para dar exemplo a nós. O descanso vem para o recomeçar. Vivemos recomeços constantes. Erramos e então recomeçamos. Terminamos e então recomeçamos. Desistimos e depois recomeçamos. E na vida espiritual é sempre possível e necessário recomeçar. A Bíblia está cheia de histórias de recomeço. Assim foi com Abraão, com Jacó, Moisés, Sansão, Rute, Davi, o flho pródigo, a mulher pecadora... Você pode recomeçar. Não se deixe convencer por ninguém, nem pela sua mente, do contrário. Medite em Lucas 15, 11-32 Reze: Quero recomeçar, Senhor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

terça-feira, 14 de março de 2017

Sementes de Fé - 14/03/2017

Querida família, “Deixai-vos reconciliar com Deus”.
Hoje, no Evangelho, Jesus censura os “mestres da lei”, dizendo: “tudo o que eles vos disserem, fazei e observai, mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam”.
Na perspectiva cristã, fé e vida se identificam. Este é o permanente desafio do seguimento a Cristo. Vale a pena verificar se estamos sendo autênticos; caso contrário, dizemos uma coisa e fazemos outra. Esta é a oportunidade da graça de Deus para recuperarmos a credibilidade perdida.
Oremos: “Senhor, vós sois nosso Mestre, ensinai-nos a superar toda hipocrisia e mentira e viver com honestidade”.
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 9 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

9º Dia – Terça-feira, 14 de março: RETOMAR “Lembra-te, pois, donde caíste. Arrepende-te e retorna às tuas primeiras obras.” (Ap 2, 5a) Quantas coisas em nossa vida fcam inacabadas. Em certas pessoas isto acaba sendo um comportamento compulsivo: coisa após coisa, vez após vez, vai fcando pela metade. Algumas delas precisam, realmente, fcar para trás. Talvez nem devessem ser iniciadas. Retomar não é nem tanto voltar a fazer da mesma forma, mas resgatar o que é importante, sobretudo os valores esquecidos ou menosprezados. O texto da Carta à Igreja de Éfeso, no livro do Apocalipse, retrata bem este espírito. Aquela Igreja apresentava pontos positivos em seu comportamento, mas havia esquecido o fundamental: o Amor. Se há algo que precisa ser retomado é a intensidade de nosso amor a Deus e ao próximo, de um jeito bem concreto no dia a dia. Pense nisso e veja o que você precisa retomar. A Palavra de Deus ajudará você neste processo. Medite em Hebreus 4, 11-13 Reze: Quero voltar ao primeiro amor!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

segunda-feira, 13 de março de 2017

Dia 8 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

8º Dia – Segunda-feira, 13 de março: SACRIFICAR “Eu vos exorto, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, a oferecerdes vossos corpos em sacrifício vivo, santo, agradá- vel a Deus: é este o vosso culto espiritual.” (Rm 12, 1) Sacrifício vem do latim e signifca fazer/tornar sagrado. Por isso, pelo Batismo, unidos ao único e sufciente sacrifício de Jesus, podemos e devemos fazer de cada momento de nossa vida uma oferta de nós mesmos, de tudo que temos e somos, ao Senhor. “Os leigos, em virtude de sua consagração a Cristo e da unção do Espírito Santo, recebem a vocação admirável e os meios que permitem ao Espírito produzir neles frutos sempre mais abundantes. Assim, todas as suas obras, preces e iniciativas apostólicas, vida conjugal e familiar, trabalho cotidiano, descanso do corpo e da alma, se praticados no Espírito, e mesmo as provações da vida, pacientemente suportadas, se tornam ‘hóstias espirituais, agradáveis a Deus por Jesus Cristo’ (l Pd 2,5), hóstias que são piedosamente oferecidas ao Pai com a oblação do Senhor na celebração da Eucaristia. É assim que os leigos consagram a Deus o próprio mundo, prestando a Ele, em toda parte, na santidade de sua vida, um culto de adoração.” (Catecismo da Igreja Católica, 901) Esta oblação de si mesmo se dá, como se vê, por excelência na participação da Eucaristia. Faça, portanto, de sua participação na Santa Missa um sacrifício agradável a Deus. Medite em Hebreus 13, 7-17 Reze: Recebe, Senhor, tudo o que tenho e sou!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

domingo, 12 de março de 2017

7 coisas que devemos saber sobre a medalha e cruz de São Bento

Segundo o ACI Digital, durante séculos, muitos cristãos têm usado a medalha do famoso exorcista São Bento na luta espiritual contra as forças do mal. A seguir, apresentam-se 7 coisas que se deve saber sobre este objeto especial que possui muita tradição e história.
1. A origem da medalha é incerta, mas foi usada desde os tempos antigos. No século XVII, durante um julgamento de bruxaria na Alemanha, algumas mulheres acusadas ??testemunharam que não tinham poder sobre A Abadia de Metten porque estava sob a proteção da cruz.
Quando se investigou, foram encontradas nas paredes do recinto várias cruzes pintadas, rodeadas por letras que agora se encontram nas medalhas. Posteriormente, foi encontrado um pergaminho com a imagem de São Bento e as palavras completas das letras.
2. A Medalha, como se conhece agora, é a do jubileu que foi emitida em 1880 pelo 14º centenário do nascimento do Santo e lançada exclusivamente pelo Abade Superior de Monte Cassino.
Com ela se pode obter a indulgência plenária na festa de São Bento (11 de julho), seguindo as condições habituais que a Igreja manda (confissão sacramental, comunhão eucarística e oração segundo as intenções do Sumo Pontífice).
3. Certa vez, tentaram envenenar São Bento (480-547). O Santo, como era seu costume, fez o sinal da cruz sobre o vidro e o objeto se quebrou em pedaços.
Em outra ocasião, um pássaro preto começou a voar ao seu redor. São Bento fez o sinal da cruz e teve então uma tentação carnal na imaginação. Quando estava quase vencido, ajudado pela graça, tirou a roupa e se jogou em uma moita de espinhos e cardos, ferindo seu corpo. Depois disso, nunca mais voltou a se ver perturbado daquela forma.
4. A Medalha de São Bento é um sacramental reconhecido pela Igreja com grande poder de exorcismo. Os sacramentais “são sinais sagrados por meio dos quais, imitando de algum modo os sacramentos, se significam e se obtêm, pela oração da Igreja, efeitos principalmente de ordem espiritual”.
“Por meio deles, dispõem-se os homens para a recepção do principal efeito dos sacramentos e são santificadas as várias circunstâncias da vida” (Catecismo, 1667).
5. A medalha tem na frente a imagem de São Bento com uma cruz na mão direita e o livro das Regras de seus religiosos na outra mão.
Ao lado do Santo se diz: “Crux Sancti Patris Benedicti” (cruz do Santo Pai Bento). Pode-se ver também um corvo e um cálice do qual sai uma serpente. De maneira circular, aparece a oração: “Eius in óbitu nostro preséntia muniamur” (Na hora da nossa morte sejamos protegidos pela sua presença), de modo a oração círculo aparece). Na parte inferior central se lê: “x. S. M. Cassino MDCCCLXXX” (Do Santo Monte Cassino 1880).
6. No verso está a cruz de São Bento com as letras:
C.S.P.B. – “Cruz do Santo Pai Bento”.
C.S.S.M.L. – “A cruz sagrada seja minha luz” (na haste vertical da cruz).
N.D.S.M.D. – “Não seja o dragão meu guia” (na haste horizontal da cruz).
Em um círculo, começando no canto superior direito:
PAX – “paz”.
V.R.S. – “Retira-te, satanás”
N.S.M.V. – “nunca me aconselhes coisas vãs”.
S.M.Q.L. – “É mau o que me ofereces”
I.V.B. – “bebe tu mesmo os teus venenos”.
7. A medalha deve ser abençoada por um sacerdote com a oração especial apresentada a seguir:
– O nosso auxílio está no nome do Senhor
– Que fez o céu e a terra.
– Exorcizo-te, Medalha, por Deus Pai + onipotente, que fez o céu e a terra, o mar e tudo o que contêm.
Todas as forças malignas e todos os exércitos diabólicos, com todos os seus poderes e persuasões sejam afugentados e extirpados por meio da fé e do uso desta Medalha, a fim de que todos os que a usam tenham saúde de corpo e de espírito: Em nome do Pai + e do Filho + e do Espírito Santo +. Amém.
– Ouvi, Senhor, a minha oração.
– E chegue a vós o meu clamor.
– O Senhor esteja convosco,
– E com o teu espírito.
Pai Nosso…
Oremos: Deus eterno e todo-poderoso, pela intercessão de Nosso Pai São Bento, vos suplicamos: seja esta Sacra Medalha com suas inscrições e caracteres abençoada por Vós +, a fim de que seus portadores, movidos pela fé, possam realizar boas obras, obter santidade de corpo e de alma, receber a graça da santificação e as indulgências concedidas, ter o vosso auxílio para afugentar o maligno com suas fraudes e ciladas e um dia comparecer à vossa presença santos e imaculados. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Que a vossa bênção, Deus Pai onipotente +, Filho e Espírito Santo, desça sobre esta Medalha e sobre quem a utiliza, e permaneça para sempre.

Sementes de fé - 12/03/2017

Querida família, "Deixai-vos reconciliar com Deus".
Neste segundo domingo da quaresma, "Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e os levou a uma alta montanha". Talvez estejamos pensando: Ah! Como gostaria que Ele também me levasse consigo a uma alta montanha. Estou precisando olhar a minha vida para além de mim mesmo e do horizonte rasteiro das propostas fascinantes do cotidiano, porém, insaciáveis. Estou precisando me libertar de tantas angústias, mágoas, imoralidades e, principalmente, dos pecados do passado e os do presente.
Oremos: "Ó Deus, que nos mandastes ouvir o vosso Filho amado, alimentai nosso espírito com a vossa Palavra, para que, purificado o olhar de nossa fé, nos alegremos com a visão da vossa glória".
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 7 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

7º Dia – Domingo, 12 de março: SOLIDARIZAR “Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita. Assim, a tua esmola se fará em segredo; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á.” (Mt 6, 3-4) Solidariedade é o sentido mais apropriado que damos ao termo esmola. Fazer-se próximo do outro em suas necessidades e dores; chorar com os que choram e alegrar- -se com os que se alegram (Rm 12, 15). Ser gratuito em sua expressão de caridade, é este o signifcado da mão esquerda não saber o que faz a direita. A solidariedade nos liberta de uma das raízes mais danosas para a vida espiritual e social: o egoísmo. Ele produz no mundo miséria, violência, destruição; distancia as pessoas, fecha o espírito diante da ação da graça. Diariamente há muitas formas de tornar-se solidário. Esteja aberto e você verá como Deus o usará para ser canal diante das necessidades não só de outras pessoas, mas de outras criaturas também. Medite em Mateus 25, 31-46 Reze: Ao teu dispor, ao dispor de meu irmão!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

sábado, 11 de março de 2017

Sementes de Fé - 11/03/2017

Querida família, “Deixai-vos reconciliar com Deus”.
Jesus, hoje, nos conclama: “Sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito”. Para nós, a perfeição nunca pode ser um estado de plenitude, mas sempre um processo de aperfeiçoamento. A conversão é este processo; é a constante centralidade de Deus em nossa vida e a redescoberta da fonte única da nossa felicidade: Deus, nosso Senhor. Sem Deus, a nossa vida perde seu transcendente sentido, se reduz à mundanidade e se conclui com a dissolução no sepulcro. Somente Deus é a verdadeira luz do nosso existir e “feliz é quem na lei do Senhor vai progredindo. Portanto, “eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação”!
Oremos: “Convertei para vós, ó Pai, nossos corações, a fim de que, buscando sempre o único necessário e praticando as obras de caridade, encontremos o sentido da vida”.
Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Monsenhor Antônio José de Moraes
Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Dia 6 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto


Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

6º Dia – Sábado, 11 de março: ORAR “Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.” (Mt 6, 6) Tanto se fala sobre oração, tanto se escreve... Estes recursos, com toda certeza, nos ajudam em nosso caminho espiritual. Eu resumiria a atitude que brota deste verbo em duas expressões: “Orar é falar com Deus” e “é orando que se aprende a orar”. Então, apenas faça a experiência. Quando digo sobre “falar com Deus”, não signifca que é preciso falar o tempo todo; a fala deve estar presente dentro do contexto do diálogo. No diálogo, além do falar, a escuta é fundamental. Como vai sua vida de oração? Você tem dialogado com Deus? Aproveite estes dias para renovar este encontro com Deus. Não há como sair deste encontro sem ser, de alguma forma, transformado. Ora fale, ora silencie. Ore! Medite em Lucas 18, 1-8 Reze: Pai, eis-me aqui!

Autoria Padre Sergio

http://www.padresergio.com/

sexta-feira, 10 de março de 2017

Dia 5 - Roteiro Quaresmal 40 dias no Deserto

Ao início da meditação de cada dia, reze: Senhor, no silêncio desta hora de graça, venho pedir-te a paz, a sabedoria e a força. Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor. Quero ser paciente, compreensivo, manso e prudente. Quero ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês e, assim, Senhor, ver senão o bem em cada um deles. Fecha meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha minh'alma. Que eu seja tão bom e tão alegre que todos aqueles, ao se aproximarem de mim, sintam tua presença. Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no decurso desse dia, eu te revele a todos. Dá-me, assim, pelo Espírito Santo, viver o dia de hoje em comunhão contigo, em atenção ao que se passa comigo e vigilante diante dos desvios do caminho. Inspira-me com tua luz, defende-me com tua graça, santifica-me com teu amor. Invoco o preciosíssimo Sangue de Jesus para que me guarde, a intercessão da Mãe Santíssima para que me valha em todas as horas e a proteção dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael na jornada deste dia. Em nome de Jesus. Amém.

5º Dia – Sexta-feira, 10 de março:     JEJUAR "Quando jejuares, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto. Assim, não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á." (Mt 6, 17-18) Perceba que Jesus diz "quando jejuares" e não "se jejuares". O jejum é uma ação do corpo que se torna remédio para a alma; é uma confissão de que "não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus" (Mt 4, 4). Não é a capacidade de suportar ficar sem comer, mas a busca do autodomínio através da disciplina que nos leva, sobretudo, à prática da caridade. Vejamos o que nos diz o Catecismo da Igreja Católica, 1438: "Os tempos e os dias de penitência ao longo do ano litúrgico (o tempo da quaresma, cada sexta-feira em memória da morte do Senhor) são momentos fortes da prática penitencial da Igreja. Esses tempos são particularmente apropriados aos exercícios espirituais, às liturgias penitenciais, às peregrinações em sinal de penitência, às privações voluntárias como o jejum e a esmola, à partilha fraterna (obras de caridade e missionárias)."  O convite é para que você dedique, especialmente, as sextas-feiras ao jejum, como sugiro na motivação inicial do nosso Caminho Quaresmal. Medite em Isaías 58 Reze: Tua Palavra é meu alimento, Senhor! *Dia de Jejum

Autoria Padre Sergio
http://www.padresergio.com/

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...