Pesquisar este blog

Compartilhe



terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Sementes de fé - 21/02/2017

Querida família, a Paz de Cristo.

A Eucaristia é o grande tesouro da Igreja. Para nós batizados não há nenhuma riqueza que se lhe compare. Essa riqueza não é comerciável e nem pode ser manipulada ou instrumentalizada. Ela é um tesouro vivo que opera uma transformação dos corações e de toda a criação.

Cada celebração eucarística nos insere na hora suprema de Cristo. A hora da doação de sua vida em sacrifício Redentor para a nossa salvação; a hora da Cruz e da Ressurreição. O que aconteceu uma vez por todas, torna-se presente, sacramentalmente, em nosso hoje. Somos nós hoje diante do Crucificado, somos nós hoje diante do túmulo vazio, somos nós hoje diante do Ressuscitado.

O Memorial que Jesus deixou à sua Igreja não é uma simples recordação, não é uma sugestiva evocação, nem uma repetição de gestos e palavras como num drama teatral. É o Mistério, é o Sacramento da presença e da comunhão com o prodigioso Amor divino por nós. A Eucaristia é o acesso pelo qual chega o amor de Cristo por nós, por cada um de nós.

Oremos: "Reunido com os apóstolos na última ceia, para que a memória da Cruz salvadora permanecesse para sempre, Jesus se ofereceu a vós, ó Pai, como Cordeiro sem mancha e foi recebido como sacrifício perfeito".

Nossa Senhora do Brasil, rogai por nós, com a bênção da Santíssima Trindade: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

Monsenhor Antônio José de Moraes

Pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Brasil

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...