Pesquisar este blog

Compartilhe



sábado, 6 de fevereiro de 2016

Nossa alegria tem um nome e é Jesus Cristo

Via Canção Nova
http://eventos.cancaonova.com/pregacoes/nossa-alegria-tem-nome/

O tema deste ano do “Vem louvar” é: “Manifestemos nossa alegria ao Senhor”. Nossa alegria precisa ser manifestada ao Senhor. Celebramos a Santa Missa dando o ponta pé inicial a este acampamento e o mover do Espírito nos leva a manifestar nossa alegria ao Senhor.
Não queremos comparar os carnavais do mundo com os carnavais da Igreja. Mas se observarmos aqueles que estão no carnaval do mundo eles se mostram aparentemente muito felizes, tiram fotos, festejam e por alguns dias os brasileiros, entusiasmados, experimentam um paliativo, até se esquecem que o país está em crise; na quarta-feira de cinzas volta tudo ao normal.


Nossa alegria tem nome e é uma pessoa

Em Deus você não vai viver uma alegria paliativa, mas viverá profundamente de modo a experimentar a graça de Deus para tornar-se mais forte.
Nossa alegria tem um nome e é Jesus Cristo, portanto, nestes dias tenha a coragem de manifestar a sua alegria ao Senhor. Torcemos que você entenda que não precisa de nenhum entorpecente para viver o carnaval na Canção Nova, pois nossa alegria é do Espírito de Deus.
No Evangelho de hoje acontece um banquete no palácio de Herodes, um verdadeiro carnaval. A filha de Herodíades dança para ele e em troca pede a cabeça de João Batista em um prato. Aquele carnaval havia mentira e morte. Hoje, podemos contemplar, perceber isto no mundo. Pessoas que estão mortas por dentro.
Quando a filha de Herodíades lhe pede a cabeça de João Batista, Herodes fica em cima do muro, ele tem medo. Herodes é como aquele cristão que está com um pé no mundo e um pé na Igreja.
No carnaval de Herodes vemos que a filha de Herodíades é quem tem medo de mostrar a cara. Não precisamos de fantasia em Deus, no “Vem louvar”, precisamos mostrar nosso rosto, mostrar que somos felizes porque estamos com Deus. Você não precisa trazer o carnaval do mundo para o carnaval com Deus. A filha de Herodíades estava com o rosto coberto, ela não tinha autenticidade e foi perguntar para a mãe o que pediria como prêmio.

O céu é dos verdadeiros

O céu é daqueles que são verdadeiros, aquela mulher que dançou era sem caráter, foi lá e perguntou para a mãe, simplesmente porque não tinha opinião.
Precisamos ser como João Batista, ele deu a cabeça pela verdade. Precisamos ser santos, desejarmos a santidade. No carnaval de Herodes tinha dança, mentira e fantasias.
Aqui na Canção Nova haverá dança, mas em louvor a Deus, não é para se insinuar para quem está ao redor, nem para xavecar ninguém. Aqui as mortes permitidas são a do pecado, da carne e das forças do mal sobre nós, para que você volte para casa um homem novo.
A verdade aqui prevalece! Talvez, possa doer a sua carne, mas é necessário para sua libertação. “Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam”.
Tenho certeza que os que estiverem em Deus nestes dias de carnaval não vão querer voltar para o carnaval que o mundo oferece.


Mais que ouvir, experimentar Deus

Herodes apenas ouvia João Batista falar de Jesus, não queira apenas ouvir, queria experimentar. Faça como Jó que pode afirmar: “Eu te conhecia só por ouvir dizer, mas agora meus olhos te viram”.
A história de Davi é um modelo para nós. Sua história era improvável, aquele menino franzino, o mais novo da casa de Jessé. Um menino que matava ursos e leões no pastoreio de ovelhas, depois de ser escolhido foi lá e matou o gigante Golias depois de invocar o nome do Senhor. Davi era um homem segundo o coração de Deus.
Tudo o que Davi fazia louvava o Senhor, ele colocava os cantores no altar para oferecerem junto com ele louvores a Deus. Davi fazia o que fomos chamados a fazer que é manifestar nossa alegria ao Senhor.
Você pode até pensar que você está sofrendo e por isto não pode ser feliz, mas nossa felicidade vem de Deus e independe de situações.

Martírio da ridicularização

Bento XVI vai nos dizer que se optarmos por Jesus Cristo vamos passar pelo martírio da ridicularização. As pessoas chamam de papa hóstia, perguntam se não se cansam da Igreja, criticam poque as pessoas vivem a castidade. Você está disposto a passar por isso?
Bento ainda diz para não termos medo do Cristo, pois Ele não nos tira nada, mas nos dá tudo.


Padre Roger Luís

Sacerdote Comunidade Canção Nova 

Facebook Twitter


Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...