Pesquisar este blog

Compartilhe



sábado, 15 de março de 2014

LITURGIA – 2º DOMINGO DA QUARESMA. 16.03.2014.

“Este é meu Filho. Escutai-o!”
1.Introdução.
   Estamos caminhando à luz dos textos bíblicos, oferecidos ao longo da Quaresma. Caminhar é preciso: Jesus mandou os Apóstolos descer da montanha com Ele. É preciso deixar a tranquilidade da montanha e partir para a luta. Ir a Jerusalém com Jesus para dar testemunho do Reino de Deus!
    Abraão saiu de sua terra… os Apóstolos desceram da montanha seguindo Jesus! Qual seria a nossa descida da montanha? Em que direção vamos caminhar? Deus vai mostrando o caminho ao longo da caminhada! Diz o provérbio: ”Caminhante, não existe caminho;  o caminho se faz caminhando!”

2.Palavra de Deus.
   Gn 12,1-4 – Abrão estava tranquilo em sua tenda, e Deus ordenou-lhe: “Sai de tua terra (…) e vai para a terra que eu te vou mostrar!” Abrão iniciou a caminhada sem saber para onde ir! Apenas, confiou na Palavra de Deus!
    2Tm 1,8-10 – Paulo aconselha seu discípulo Timóteo a confiar no poder de Deus; pois, Ele nos chamou para uma bela vocação, garantida por Cristo desde toda a eternidade. Deixemos a Deus o comando de  nossa jornada!
    Mt 17,1-9 – Jesus revela sua divindade nas alturas de uma grande montanha. Conversa com Moisés e Elias a respeito de sua missão e convida os Apóstolos a descer rumo à planície e lá dar testemunho do Reino de Deus.

3.Reflexão.
·         Abrão acreditou na voz de Deus e partiu para uma terra que não conhecia! Os Apóstolos deixaram o encanto e a beleza da contemplação de Jesus glorificado e desceram da montanha para junto dos outros Apostolos e entraram em Jerusalém com Jesus para o que désse  e viesse! Seguiram Jesus rumo ao desconhecido! A verdadeira fé em Jesus, seguidamente, nos desinstala, tira-nos da tranquilidade e nos envia para a luta. Quais foram  as desinstações acontecidas em nossa vida cristã?
·         Crer em Jesus não significa ver já a luz no final do túnel! É crer em sua Palavra e partir para o desconhecido deixando-lhe a direção do barco e da caminhada! Jesus desceu da montanha e deixou o Pai na direção dos acontecimentos finais de sua vida de Messias!
·         Jesus manifestou sua divindade na altura da montanha preparando seus Apóstolos para o “escândalo da Cruz” ! Eles, no meio do sofrimento, deveriam recordar-se que Jesus é o Filho amado do Pai e que precisamos escutá-lo! Quando o sofrimento (que tem muitos nomes!) bate à porta de nosso coração, recordemo-nos da glória de Jesus. A vitória definitiva pertence a Ele e com Ele seremos glorificados.

Na transfiguração do Senhor aprendemos que
pela paixão e cruz chegaremos à ressurreição!


Frei Carlos Zagonel.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...