Pesquisar este blog

Compartilhe



sexta-feira, 7 de março de 2014

Dê sentido ao seu sofrimento

Padre Hamilton Nascimento
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Hoje, o Senhor nos chama a confiar n'Ele e a trilhar este caminho com Ele. Para isso, precisamos rever o nosso caminhar, pois a transformação do nosso coração deve nos proporcionar um novo nascimento na Páscoa que virá. 

Se nós não aceitarmos o convite que o Senhor nos faz, de nada valerá este tempo privilegiado. Quaresma, tempo este que vivemos para nossa conversão. Somos chamados, por meio das práticas de piedade, a rasgar o nosso coração diante de Deus, como nos ensinou o profeta Joel na liturgia da Quarta-feira de Cinzas. Para o Papa João Paulo II, nós não devemos apenas rasgar ou abrir o nosso coração, mas sim o escancarar. 

Todos os anos somos convidados a viver este tempo até a Semana Santa, um tempo de mudança de vida. 

Amados, diante os acontecimentos, pode ser que você não acredite mais nessa mudança, mas saiba que, mesmo não acreditando nelas, o Senhor acredita em nós e por isso devemos aderir a esta salvação que Ele nos propõe. 

Na liturgia de hoje, vemos que o Filho do Homem passará pela morte, mas que, ao terceiro dia, Ele ressuscitará. Muitos ainda não entendem isso, pois é um mistério. Deus quis nos amar dessa forma. Vemos, ainda hoje, que para seguirmos Jesus deveremos renunciar a nós mesmos, tomar a nossa cruz de cada dia e caminhar em direção a Ele. 

Jesus nos pede que assumamos a cruz, mas quando olhamos para o Crucificado, vemos um Deus que também passou pelo caminho da humilhação, da perseguição e da renúncia. Se Ele não passasse por isso, não nos daria a salvação. Por essa razão, ao olharmos para Ele deveremos acreditar que, após o sofrimento, virá a alegria. 

Eu lhe pergunto: que sentido você tem dado aos sofrimentos que vive? Diante de certas situações, parece que o chão some debaixo de nossos pés, como uma doença, como a violência ou até mesmo a morte. Por vezes, achamos que o sofrimento vem de Deus, mas nenhum mal vem d'Ele! O mal está presente no mundo através do pecado. A diferença não está no tamanho do nosso sofrimento, mas sim na resposta que temos dado a ele. 

Assim como nós passamos pelo sofrimento, lembre-se de que Jesus também passou por tudo isso e também teve que fazer uma escolha. Que escolha? Seguir a vontade de Deus. Quantas pessoas, em todo o mundo, têm morrido por assumir a fé em Jesus Cristo? Muitas pessoas e nós nem sabemos. 

Muitos são caluniados ou difamados por causa do Nome de Jesus. Saiba que fazer esta opção por Jesus Cristo, nestes tempos, tem sido um risco de vida. No entanto, lembre-se de que é promessa d'Ele: quem perder a vida ganhará a vida eterna. 

Se quisermos experimentar esta vida nova, eu e você somos chamados a tomar uma decisão. Para vivemos uma Santa Quaresma, deveremos decidir por Cristo. É na fidelidade de cada dia que ganhamos o Céu. A verdadeira alegria consiste em assumirmos Jesus Cristo como Senhor da nossa vida. 
Padre Hamilton Nascimento
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Bem sabemos que todas essas escolhas acontecem por meio da liberdade, pois Deus não nos impõe nada. A liberdade é dom por excelência! Com ela fazemos da nossa vida aquilo que bem quizermos, e é por meio dela que somos chamados a corresponder ao convite do Senhor. 

Aqui no Brasil, por meio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), somos chamados a viver a Quaresma com a Campanha da Fraternidade. Neste ano, ela traz como tema: “Fraternidade e Tráfico Humano”. Busquemos vivê-la bem, pois não podemos ser oprimidos por aqueles que não conhecem Deus. O cristão que vive com zelo a sua liberdade não permitirá que situações como essas aconteçam.

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...