Pesquisar este blog

Compartilhe



segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Papa institui secretaria para assuntos econômicos da Santa Sé

Comunicado pede ao Prefeito da nova Secretaria para a Economia, que  inicie o seu trabalho o mais rápido possível
Liliane Borges
Com Boletim da Santa Sé
O Papa Francisco constituiu uma nova estrutura de coordenação para os negócios econômicos e administrativos da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano. Anúncio foi feito nesta segunda-feira, 24, pela Sala de Imprensa da Santa Sé.
O Pontífice aceitou a  proposta de modificações feita pela Comissão Referente de Estudo e Endereço sobre a Organização Administrativa da Santa Sé (COSEA). Segundo comunicado oficial, a sugestão também foi analisada pelo “Conselho de Cardeais” e o “Grupo de 15 Cardeais”, que auxiliam o Papa na reforma da Cúria, e ambos deram parecer positivos às modificações.
O Comunicado apresenta detalhadamente  as modificações:
1- A instituição de uma nova Secretaria para a Economia, que terá autoridade sobre todas as atividades  econômicas e administrativas no interior da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano. A Secretaria será responsável, entre outras coisas, pela preparação de um orçamento anual para a Santa Sé e o Estado da Cidade do Vaticano, bem como um planejamento financeiro e  várias funções de apoio, como na questão de recursos humanos e compras. A Secretaria também irá preparar  um balanço detalhado da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano.
2- A Secretaria para a Economia irá colocar em prática as diretrizes formuladas pelo Conselho de Economia: um Conselho de 15 membros, composto por oito Cardeais ou Bispos, que reflete a universalidade da Igreja, e sete especialistas leigos de várias nacionalidades com competência em assuntos financeiros e profissionalismo reconhecido. O Conselho se reunirá periodicamente para avaliar as diretrizes e práticas concretas, e preparar e analisar relatórios sobre as atividades econômicas e administrativas da Santa Sé.
3 – A Secretaria para Economia será dirigida por um Cardeal Prefeito, que estará submetido ao Conselho de Economia. Um Secretário-Geral irá colaborar com o Cardeal Prefeito na gestão das atividades diárias.
4- O Santo Padre nomeou o Cardeal George Pell, atual arcebispo de Sidinei, Austrália, como prefeito da Secretaria para a Economia.
5- As novas disposições compreendem também a nomeação de um Revisor Geral,  nomeado pelo Santo Padre, que será dotado de poder para realizar revisões de qualquer agência ou instituição da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano.
6- As mudanças confirmam o papel da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica (APSA) como  Banco Central do Vaticano, com todas as obrigações e responsabilidades de instituições similares em todo o mundo.
7. A Autoridade de Informação Financeira (AIF), continuará desenvolvendo o seu papel atual e fundamental de vigilância e disciplina das atividades internas da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano.
O Comunicado destaca que foi pedido ao Prefeito da nova Secretaria para a Economia,  iniciar o seu trabalho o mais rápido possível. Ele deverá preparar os Estatutos finais e as outras questões ligadas com a assistência dos conselheiros necessários e trabalhará com a COSEA para completar a atuação de tais disposições aprovadas pelo Santo Padre.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...