Pesquisar este blog

Compartilhe



quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Papa visitará Presidente italiano na quinta-feira, no Palácio Quirinal

2013-11-12 Rádio Vaticana
Roma (RV) – O Papa Francisco realizará na próxima quinta-feira uma visita ao Quirinal, sede da Presidência da República Italiana. O Pontífice chegará às 11 horas ao Pátio de Honra do Palácio Presidencial, quando será recebido pelo Presidente italiano Giorgio Napolitano.
Junto ao Chefe do Estado italiano estará o Primeiro Ministro Enrico Letta, uma grande delegação do governo, os Presidentes do Senado e da Câmara, o Presidente da Corte institucional, além de representantes da sociedade civil, da cultura e da solidariedade. Após a execução dos hinos nacionais dos dois Estados, serão realizados os colóquios entre as duas delegações. O Papa Francisco e o Presidente Napolitano terão um encontro separado, quando tratarão de temas como as imigrações, as dificuldades dos cristãos no Oriente Médio e a solidariedade. A agenda, no entanto, está aberta, podendo englobar outros temas. Ao final do encontro, serão feitos os discursos oficiais.
À pedido do Santo Padre, não haverá nenhuma escolta especial. Mesmo tratando-se de uma visita de Chefe de Estado, o Papa deverá ser escoltado apenas por alguns motociclistas. Há cinco anos, em 8 de junho de 2008, Bento XVI também realizou uma visita ao Presidente italiano, Giorgio Napolitano.
O Palácio Quirinal foi construído entre 1583 e 1585, por desejo do Papa Gregório XIII. Deveria ser uma residência de verão, num local considerado mais saudável que a colina do Vaticano e o Latrão. O arquiteto Ottaviano Mascarino foi o encarregado da obra. A morte do papa em 1585 impediu Mascarino de realizar um segundo projeto que previa a ampliação do palacete para transformá-lo num grande palácio com alas porticadas paralelas e um grande pátio no seu interior. O edifício construído por Mascarino ainda pode ser reconhecido na fachada norte do Pátio de Honra, caracterizada por uma loggia (galeria aberta) dupla e superada pela torre panorâmica atualmente conhecida como torre dos ventos (torre dei venti) ou torrino, sucessivamente elevada com a construção do campanário.
O Palácio do Quirinal serviu de residência de verão aos Papas até 1870, quando Roma foi conquistada pelo Reino de Itália. O último pontífice a habitar no palácio foi o Papa Pio IX. Passou, então, a ser a residência oficial do Rei. (JE)

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...