Pesquisar este blog

Compartilhe



terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Revelações dos Santos a respeito do carnaval



Santa Faustina escreve em 1937:

 “Nestes dois últimos dias de carnaval conheci um grande acúmulo de castigos e pecados . O Senhor deu-me a conhecer, num instante, os pecados do mundo inteiro cometidos neste dia. Desfaleci de terror e, apesar de conhecer toda a profundeza da misericórdia divina, admirei-me que Deus permita que a humanidade exista. E o Senhor deu-me a conhecer quem sustenta a existência dessa humanidade: são as almas escolhidas. (Diário de Santa Faustina, n.926)

Santa Margarida Maria de Alacoque escreve entre 1687-1690:

“Certa vez , em tempo de Carnaval ... Ele (Jesus) se me apresentou após a santa comunhão na figura de um ECCE HOMO (“eis aqui o homem”, Jo 19,5), carregando sua Cruz, todo coberto de chagas e contusões. E brotando, de todo o seu corpo, seu Sangue adorável. Com uma voz dolorosamente triste, dizia: ‘Não haverá ninguém que tenha piedade de Mim e queira compadecer-se e tomar parte em minha dor vendo o lastimoso estado em que Me põem os pecadores, sobretudo neste tempo de Carnaval?” (Santa Margarida Maria, Autobiografia, capítulo 9)

“Durante os três dias de Carnaval, queria fazer-me em pedaços para reparar os ultrajes que fazem sofrer os pecadores à Sua Divina Majestade; e enquanto me era possível, os passava jejuando a pão e água, dando aos pobres o que recebia para meu alimento.” (Santa Margarida Maria, Escritos Autobiográficos – Tejada SJ – 2ª Edição, p.99).

Santa Gertrudes de Helfta, 1302

Durante os três dias do carnaval, Jesus procura descanso e consolo no coração de Gertrudes, pedindo-lhe preces , silêncio e penitência pela conversão dos mundanos. Também durante o carnaval em outro ano, Jesus lhe diz: “Se desejas aliviar minha dor, deves suportar uma dor e colocar-te à minha esquerda”..." meu coração como figura visível do meu amor pelos homens. Agora dou Minha face como figura visível da minha dor pelos pecados da humanidade... quero a comunhão reparadora na terça-feira do carnaval”.

 Santa Maria Cecília, +1929

Disse-lhe Jesus:

“O mundo ofende-me (no carnaval). Os religiosos esquecem-me... sua piedade é superficial ... seu amor, sem profundeza. Sou tão sensível a um amor desinteressado!” “Procuro amor . Sou tratado como um ser ausente ... Deixa-me dar-te todo o meu amor. Tenho necessidade de dar-me todo inteiro ”.

Irmã Benigna Consolata Ferrero, +1915

Carnaval de 1916: Irmã Benigna vê o Coração de Jesus dilacerado e arrastado pela rua numa matilha de cães raivosos.


É espantoso como ofendiam a Deus os pecados que se cometiam no carnaval antigamente. Meu Deus, o que não será agora?!


Rezemos a oração reparadora ensinada pelo Anjo de Portugal aos três Pastorinhos de Fátima:

Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço- Vos a conversão dos pobres pecadores .

Meu Deus , eu creio, adoro, espero e amo-Vos.Peço Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam.(3x)




Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...