Pesquisar este blog

Compartilhe



quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Ser pai é...


Posso dizer, em primeiro lugar, que ser Pai é um dom de Deus, uma grande graça para nós homens que temos essa oportunidade dada por Ele.

Viver a experiência de ser pai é tocar no milagre de Deus podendo participar da ação criadora Divina. Hoje eu sou pai de duas filhas : Camila de 5 anos e Maria Julia de 6 meses.

Um dia, vendo uma pregação do meu irmão de comunidade Dunga, ele disse algo que me tocou muito e que trago comigo até hoje: "Assim como o filho aprende com o passar dos anos a ser filho, assim também o pai aprende a ser pai na medida em que o filho vá crescendo."

Posso dizer que estou a quase seis anos aprendendo a ser pai e neste tempo, como Deus tem me ensinado e formado através das duas, cada uma com o seu jeitinho e maneira de lidar. Realmente posso dizer que uma filha nunca é igual à outra. Por isso ser pai é um desafio maravilhoso de amor para com os nossos filhos.

Apoiado pela minha esposa Benedita eu vivo a experiência de amar em cada fase que elas estão passando.
Arquivo

Hoje procuro dar as minhas filhas amor, aconchego e segurança. Procuro principalmente ser exemplo do Amor de Deus Pai, mesmo que eu seja tão imperfeito e falho, mostrando a elas a beleza deste amor Divino.

Como é bom ser pai e poder acompanhar o crescimento de um bebê que é frágil, indefeso e que depende de tudo e, à medida que damos apoio, afeto, cuidado e atenção que necessitam, o amor, a educação, o caráter e a religião vão desenvolvendo esta criança para um futuro vitorioso, dando a ela atitudes e reações próprias. De certa forma ela começa a criar uma independência.

O lindo quando buscamos viver a experiência de ser pai, sendo um homem de Deus, é que damos uma forma, um caráter e uma personalidade aliados ao amor de Deus e como isso faz a diferença na vida de nossos filhos. Tudo se torna mais fácil e simples, mesmo nas adversidades e contrariedades.

Como é esplêndido ver o olhar e o sorriso da minha filha Camila, correndo em minha direção para receber o meu abraço e sentir no afago uma segurança de um lar estabilizado pelo o Amor e poder lhe falar que sempre estarei ao seu lado como referência e segurança.

De fato uma das coisas mais dolorosas para mim é quando preciso corrigi-la para que ela cresça e seja formada para ser uma jovem santa, que respeita as pessoas, ame a Deus a cima de tudo e também ao próximo.

Outra experiência é quando erro com a minha filha. Sempre busco conversar com ela pedindo perdão pelo o erro que cometi. Procuro mostrar que o papai não é perfeito e tem muitas falhas, mas que o meu amor por ela supera as minhas fraquezas.

Quero encerrar essa partilha dizendo aos pais que vale a pena viver essa linda experiência de amar os seus filhos, de ser verdadeiramente co-participadores da criação divina, não somente trazendo-os ao mundo, mas levando-os a descobrirem que são filhos amados de Deus, que suas vidas têm um sentido e que nasceram para dar certo, para o céu, para uma vida além desta e que hoje a nossa parte é educá-los e formá-los para um mundo novo.

Um grande abraço!


Jimmy Fioramonte, 
membro da Comunidade Canção Nova

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...