Pesquisar este blog

Compartilhe



sexta-feira, 4 de maio de 2012

EU SOU A VIDEIRA - VÓS OS RAMOS (1ª parte)

PADRE ALÍRIO,SCJ


Jesus, nosso divino mestre, para nos ensinar como deve ser a nossa “ligação”, a nossa relação de discípulos com Ele, que é o nosso mestre, utilizou-se de uma comparação, aliás muito concreta e significativa. Ele disse “Eu sou a videira verdadeira, meu Pai é o agricultor, e vós sois os ramos”. 
Vale a pensa lermos o texto completa dessa comparação.
Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará; e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto. Vós já estais puros pela palavra que vos tenho anunciado. Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á (...) Nisto é glorificado meu Pai, para que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos. (Jo 15, 1-8)
A ligação, a união que Jesus revela e ensina nesta comparação é a relação mística, espiritual, sobrenatural, que nós devemos manter com Jesus, para que a vida da graça santificante esteja em nós, e nós vivamos as realidades da salvação e da santificação pessoais.
Assim como um ramo da videira está ligado ao tronco, e deve ficar ligado para receber a seiva, ter vida e produzir frutos, assim nós, no dia do Batismo, fomos “enxertados” no “corpo místico” de Jesus Cristo, e nós nos tornamos um “ramo”, um “membro” dEle. Por esse enxerto no tronco, no corpo, recebemos a graça santificante que nos trouxe a vida divina. Essa graça santificante precisa estar presente em nós, precisa crescer e desenvolver-se para que possamos viver sempre mais e melhor a nossa vida “em estado de graça”, a nossa vida cristã. Essa graça santificante, produzida pela presença da Santíssima Trindade em nós, é a “seiva” necessária para que tenhamos “vida” sobrenatural e produzamos muitos frutos de salvação e de santidade. (Continua)


Fonte: http://dehonbrasil-aliriopedrini.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...