Pesquisar este blog

Compartilhe



terça-feira, 10 de maio de 2011

Dom Damasceno se diz surpreso com sua eleição como presidente

Gracielle Reis
Enviada especial a Aparecida, com CNBB

Dom Damasceno já foi secretário-geral da CNBB por dois mandatos consecutivos
Com 196 votos, o Arcebispo de Aparecida (SP), Cardeal Raymundo Damasceno Assis, foi eleito na noite desta segunda-feira, 9, como presidente da CNBB.

Acesse
.: Editoria especial da Assembleia da CNBB

.: Fotos da 49ª Assembleia da CNBB no Flickr

.: Dom Damasceno fala de sua eleição 

Dom Damasceno declarou que recebeu a eleição com supresa e naturalidade, porque acredita que Deus manifesta a Sua vontade por intermédio das pessoas e dos acontecimentos.

"Eu agradeço, em primeiro lugar, aos bispos que depositaram essa confiança em mim e agradeço a Deus porque tudo o que acontece na minha vida não é por acaso, mas é sempre obra da Providência Divina", comemorou Dom Damasceno, que já foi secretário-geral da CNBB por dois mandatos consecutivos (De 1995 a 1998 e de 1999 a 2003).  

Ao final da apuração de ontem, o Cardeal de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, ficou em segundo lugar, com 75 votos.

No primeira apuração, Dom Damasceno havia obtido 161 votos contra 91 de Dom Odilo. Por não ter alcançado 2/3 dos votos (182), houve a necessidade do segundo escrutínio.

Na primeira votação, também receberam votos o Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta (14); o Arcebispo de São Luís (MA), Dom José Belisário Walmor Oliveira de Azevedo; o Bispo de Jundiaí (SP), Dom Vicente Costa; o Bispo da prelazia de São Felix (MT), Dom Leonardo Steiner e o Bispo de Cruz Alta (RS), Dom Friederich Heimler, com um voto cada.

E no segundo escrutínio, receberam votos o Arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta (4) e o Bispo de Santo André, Dom Nelson Westrupp (1).

Nesta terça, as eleições continuam para vice-presidente e secretário-geral. Após a eleição dos membros da presidência, a Assembleia escolherá os 12 presidentes das Comissões Pastorais e o delegado da CNBB junto ao Conselho Episcopal da América Latina e Caribe (Celam).

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...