Pesquisar este blog

Compartilhe



quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

EVANGELHO QUOTIDIANO - 29/12/10

Ano A - Dia: 29/12/2010



Jesus é apresentado no Templo

Lc 2,22-35

Chegou o dia de Maria e José cumprirem a cerimônia da purificação, conforme manda a Lei de Moisés. Então eles levaram a criança para Jerusalém a fim de apresentá-la ao Senhor. Pois está escrito na Lei do Senhor: "Todo primeiro filho será separado e dedicado ao Senhor." Eles foram lá também para oferecer em sacrifício duas rolinhas ou dois pombinhos, como a Lei do Senhor manda.
Em Jerusalém morava um homem chamado Simeão. Ele era bom e piedoso e esperava a salvação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele, e o próprio Espírito lhe tinha prometido que, antes de morrer, ele iria ver o Messias enviado pelo Senhor. Guiado pelo Espírito, Simeão foi ao Templo. Quando os pais levaram o menino Jesus ao Templo para fazer o que a Lei manda, Simeão pegou o menino no colo e louvou a Deus. Ele disse:
- Agora, Senhor, cumpriste a promessa que fizeste e já podes deixar este teu servo partir em paz.
Pois eu já vi com os meus próprios olhos a tua salvação, que preparaste na presença de todos os povos:
uma luz para mostrar o teu caminho a todos os que não são judeus e para dar glória ao teu povo de Israel.
O pai e a mãe do menino ficaram admirados com o que Simeão disse a respeito dele. Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus:
- Este menino foi escolhido por Deus tanto para a destruição como para a salvação de muita gente em Israel. Ele vai ser um sinal de Deus; muitas pessoas falarão contra ele, e assim os pensamentos secretos delas serão conhecidos. E a tristeza, como uma espada afiada, cortará o seu coração, Maria. 




Comentário do Evangelho

O menino Jesus no Templo

Lucas menciona o cumprimento da Lei de Moisés como o motivo da presença do recém-nascido no Templo de Jerusalém, que foi levado por seus pais. Ele realça, assim, o sinal de contradição que se esboça, para a queda e
o reerguimento de muitos. A cidade com seu Templo, à qual acorre todo o povo para cumprir observâncias religiosas, é a cidade que mata os profetas. Será este menino que, em plena maturidade, proclamará a bem-aventurança dos pobres e denunciará a corrupção que assola o Templo, prenunciando a sua destruição e a de Jerusalém.

Autor: José Raimundo Oliva
Oração
Pai, que teu Filho Jesus seja para mim motivo de crescimento e de promoção, levando-me, a conhecer-te sempre mais e a aderir ao teu Reino de amor.
Leitura
1Jo 2,3-11
Salmo
Julgará o mundo com justiça.
Sl 96(95)
http://www.paulinas.org.br/diafeliz/evangelho.aspx

Nenhum comentário:

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...