Pesquisar este blog

Compartilhe



terça-feira, 28 de julho de 2009

Novena à Santíssima Trindade para alcançar Graças pela Intercessão de Santo Antonio de Sant’ Anna Galvão

http://duard.com.br/blog/wp-content/uploads/2007/05/frei-galvao-santo-antonio-de-santanna-galvao.jpgNovena à Santíssima Trindade para alcançar Graças pela Intercessão de Santo Antonio de Sant’ Anna Galvão

Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, eu Vos adoro, louvo e Vos dou graças pelos benefícios que me fizestes. Peço-vos por tudo que fez e sofreu o vosso Santo Antonio de Sant’ Anna Galvão, que aumenteis em mim a fé, a esperança e a caridade, e Vos digneis conceder-me a graça que ardentemente almejo. Amém.

1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e 1 Glória ao Pai.

Novena do Santo Frei Galvão

Reze durante 9 dias a Oração da Novena Santíssima Trindade. Tome 3 pílulas: 1 no primeiro, outra no quinto dia e outra no último dia da novena.

Oração ao Santo Frei Galvão

Deus, Pai de misericórdia, que fizeste do Santo Antonio de Sant’ Anna Galvão um instrumento de caridade e de paz no meio dos irmão, concedei-nos, por sua intercessão, favorecer sempre a verdadeira concórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém

sábado, 25 de julho de 2009

Quem é Jesus?

Quem é Jesus Cristo?

Em Química, Ele transformou água em vinho;

Em Biologia, Ele nasceu sem ter tido uma concepção normal;

Em Física, Ele superou a gravidade quando Ele Ascendeu ao Céu;

Em Economia, Ele subverteu a lei dos rendimentos decrescentes ao
alimentar 5000 pessoas com dois peixes e 5 pães;

Em Medicina, Ele curou os doentes e os cegos sem administrar
absolutamente nenhum remédio;

Em, História, Ele é O começo e O fim;

Em Direito, Ele disse que deveria ser chamado de o Filho do Homem,
Príncipe da Paz;

Em Religião, Ele disse que ninguém chega ao Pai se não for através
dele.

Quem é Jesus Cristo?

Junte-se a mim e vamos celebrá-Lo: Ele vale o esforço;

Os olhos que lêem esta mensagem não verão o mal,

As mãos que transmitirem esta mensagem a todos, não terão agido em
vão,

e os lábios que disserem amem a esta oração sorrirão para sempre.

Permaneça em Deus e procure sua face sempre.
AMEM!

Em Deus achamos Tudo !

Quem é Jesus Cristo?

O maior homem da história.

Jesus não tinha servos, ainda assim O chamavam de Mestre.

Não tinha escolaridade, ainda assim O chamavam de Professor.

Não tinha remédios, ainda assim O chamavam de Curador.

Não tinha exércitos, ainda assim reis O temiam.

Ele não venceu batalhas militares, ainda assim conquistou o mundo.

Ele não cometeu crime, ainda assim crucificaram-No.

Ele foi enterrado em uma tumba, ainda assim Ele vive hoje.

Sinto-me honrado de servir um líder que nos ama!

Eu creio em Deus e em Jesus Cristo seu filho.

Envie esta mensagem a todos que você quer bem.

Este e apenas um Pedido de Deus, não meu, pois todos tem livre
arbítrio;

'Se você me negar diante dos homens, Eu negarei você diante do Pai no
Céu'

Deus te abençoe.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Complemento sobre o Aborto

Um professor na Faculdade de Medicina da Universidade de Califórnia um dia perguntou aos seus alunos. "Aqui é a história da família. O pai tem sífilis. A mãe tem tuberculose. Eles já tiveram quatro filhos. O primeiro filho é cego. O segundo filho morreu. O terceiro filho é surdo e o quarto filho tem tuberculose. A mãe está grávida. Os pais estão dispostos a ter um aborto se for recomendado. O que é que vocês recomendam?" A maioria dos alunos optaram pelo aborto. "Parabéns," anunciou o professor. "Você acabou de matar Beethoven." Nada é tão final quanto à morte, mesmo quando é feito cedo na vida.

- Terence Patterson em James S. Hewett,

domingo, 19 de julho de 2009

Conheçam também:

Se gostou desse blog vá na barra lateral deste e clique na Minha lista de blogs e conheça outros blogs meus e do meu irmão. Obrigado!!!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Aborto e Igreja Católica

Meus irmãos e irmãs de Fé, primeiramente gostaria de pedir desculpas por não ter abordado sobre "Aborto" como prometido. Foi até bom esperar um tempo, porque aconteceu um monte de complicações em relação ao aborto que serão explicitadas.

ABORTO
Antes de eu dizer a posição e os porquês da Igreja Católica, falarei do Testemunho do Dr. Jérôme Lejeune e a Confissão de um Ex-Abortista Dr. Bernard Nathanson.

TESTEMUNHO: Jérôme é doutor de medicina e em ciências, responsável pela Clínica e pelo Laboratório de Genética do Hospital de Pediatria destinado aos pacientes feridos por debilidade mental. Após ter estudado muito por 10anos, tornou-se professor de Genética Fundamental na Universidade René Descartes. Há cerca de 23 anos descreveu a primeira doença cromossômica em nossa espécie, devida ao cromossomo 21 extra-numerário, típico do mongolismo. Em conseqüência, ganhou o Prêmio Kennedy. Esse Doutor é membro da American Academy of Arts and Sciense. Voltando ao tema, Jérôme declara "que os ancestrais são unidos aos seus descendentes por um liame material contínuo, pois é da fertilização da célula feminina (o óvulo) pela célula masculina (o espermatozóide) que emerge um novo indivíduo da espécie humana. A vida tem uma longa história, mas cada indivíduo tem seu início muito preciso, o momento de sua concepção. (...)
A individuação (ou a formação de três células fundamentais) é a primeira etapa após a concepção, à qual segue dentro de poucos minutos."
Jérôme conta como é um feto de dois meses, contendo órgãos, cérebro, membros, mãozinhas, coração que já bate a um mês com 150/170 batidas. Com uma lupa de aumento dá para ver as digitais, dá pra fazer a carteira de identidade.
"Aceitar o fato de que, após a fecundação , um novo indivíduo começou a existir já não é questão de gosto ou de opinião. A natureza humana do ser humano, desde a concepção até a velhice, não é uma hipótese metafísica, mas sim uma evidência experimental."

CONFISSÃO: Nessa parte não omitirei nada: "Eu sou pessoalmente responsável por 65.000 abortos. Isso legitimiza minhas credenciais para falar com alguma autoridade sobre esse assunto. eu fui um dos fundadores da NARAL (National Association for the Repeal of the Abortion Laws) nos EUA, em 1968. Nessa época,uma confiável pesquisa de opinião descobriu que a maioria dos americanos era contra o aborto permissivo."(No Brasil também) Continuando: "Em cinco anos tínhamos convencido a Suprema Corte a promulgar a decisão que legalizou o aborto nos EUA em 1973 e tornou legal o abortamento até o momento anterior ao nascimento. Como fizemos isso? É importante entender as táticas utilizadas porque elas têm sido usadas em todo o Ocidente com algumas pequenas mudanças, sempre com o intuito de mudar leis antiaborto.
A PRIMEIRA TÁTICA ERA GANHAR A SIMPATIA DA MÍDIA.

Persuadimos os meios de comunicação de que a razão de permitir o aborto era liberal, esclarecida, sofisticada. Sabendo que uma pesquisa confiável havia sido feita, o que muito nos prejudicava, nós fabricamos resultados de pesquisas fictícias. Anunciamos aos méis de comunicação que havíamos feito pesquisas e que 60% dos americanos eram favoráveis e permitiam o aborto. Essa tática da mentira bem fundamentada. Poucas pessoas gostam de fazer parte da minoria.

Conseguimos muitos simpatizantes para divulgar nosso programa de permissibilidade do aborto ao fabricarmos o numero de abortos ilegais nos EUA anualmente. Enquanto o numero era de aproximadamente 100 mil, dizíamos repetidamente aos meios de comunicação que era de 1 milhão. A repetição de uma grande mentira varias vezes convence o público. O número de mulheres que morriam em conseqüência de aborto era de 250, anualmente. O número que constantemente dávamos era 10 mil. Esses números falsos criaram raízes na consciência dos americanos ,convencendo muitos da necessidade de revogação da lei contra o aborto.Outro mito que apresentávamos ao publico por meio da mídia era a legalização do aborto seria a única forma de tornar legal os abortos que então eram feitos ilegalmente.O aborto está sendo atualmente utilizado como o principal método de controle de natalidade nos EUA e o número de abortos feitos anualmente cresceu em 1.500% desde a legalização." Continua...

Aborto e Igreja Católica II

...CONTINUAÇÃO:

"A SEGUNDA TÁTICA ERA ATACAR O CATOLICISMO.

Sistematicamente difamamos a Igreja Católica e suas ‘idéias socialmente retrógradas' e apresentamos a hierarquia católica como vilã que se oponha ao aborto.Essa música foi tocada incessantemente. Divulgamos à mídia mentiras como:'Todos sabemos que a oposição ao aborto vem de hierarquia e não da maioria dos católicos' e 'Pesquisas comprovam que a maioria dos católicos quer uma reforma na lei contra o aborto'. E a mídia martelava tudo isso sobre os americanos, persuadido-nos de que qualquer um que se opusesse ao aborto permissivo deveria está sobre a influencia da hierarquia católica e que católicos favoráveis ao aborto são esclarecidos e progressistas. Uma inferência dessa tática foi que não havia nenhum grupo não-católico oposto ao aborto. O fato de que outras religiões cristãs e não cristãs eram (e ainda são) monoliticamente opostas ao aborto foi constantemente suprimido, assim como as opiniões de ateístas pró-vida.

A TERCEIRA TÁTICA ERA DENEGRIR E SUPRIMIR TODA EVIDÊNCIA DE QUE A VIDA SE INICIA NA CONCEPÇÃO.

Muitos me perguntaram o que me fez mudar de pensamento. Como fui me transformado de um proeminente abortista a advogado pró-vida? Em 1973 tornei-me diretor obstetrícia de um grande hospital na cidade de New York e tive de iniciar uma unidade de pesquisa pré-natal, apenas como inicio de uma tecnologia que usamos agora para estudar o feto no útero. Uma tática pró-aborto favorita é insistir que a definição de quando a vida inicia é impossível; que essa questão é uma questão teológica, nada científica.

A fetologia tornou inegável a evidencia de que a vida se inicia na concepção e requer toda proteção e cuidado que qualquer um de nós necessita. Porque,vocês me perguntam, alguns médicos americanos, cientes das descobertas da fetologia, desacreditam a si mesmos fazendo abortos? Simples aritmética: a US$300,00 cada,1,55 milhões de abortos significam uma indústria de US$500.000.000,00 anuais ,dos quais a maior parte vai para o bolso do médico que fez o aborto. É claro que a permissibilidade do aborto é claramente a destruição do que é ,inegável, uma vida humana. É um ato inadmissível ato de violência. Todos devem reconhecer que uma gravidez não planejada é um dilema muito difícil. Mas procurar por sua solução num deliberado ato de destruição é desprezar a vasta qualidade de recursos do gênio humano e abandonar o bem-estar da população a uma clássica resposta utilitarista aos problemas sociais.

COMO CIENTISTA SEI AGORA-­NÃO APENAS ACREDITO-QUE A VIDA HUMANA SE INICIA NA CONCEPÇÃO.

Embora não seja um religioso praticante, acredito de todo o meu coração que há uma Divindade que nos leva a desejar um fim completo a esse infinitamente triste e vergonhoso crime contra a humanidade.” Dr. Nathanson converteu-se ao catolicismo, sendo batizado em 1996.

Gostaria que vissem esse vídeo que está disponível no "You Tube", mas se não conseguir ver até o final PARE! Não lhe fará tão bem.

Depois disso tudo, duvido que você, meu caro leitor, ainda seja a favor do aborto. Mas talvez algo esteja te incomodado ainda: "Porque que o Bispo Dom José Cardoso Sobrinho ex-comungou a equipe médica e a mãe, mas não excomungou o estuprador?" ou "Porque o Bispo excomungou a equipe se ela estava fazendo o bem para a menina e salvando sua vida?".

"O Código de Direito Canônico diz que todos aqueles que conscientemente se envolvem num processo de interrupção da vida, como neste caso, estão automaticamente excomungados da Igreja Católica."(retirado do site da Canção Nova). Não cabe à Igreja católica excomungar todo tipo de crime, como o estupro, o assassinato, o roubo e etc. O ato de abortar é um ato muitas vezes mais consciente do que os outros pecados, pois estes são cometidos por vícios e emocionalmente. Quero dizer que é mais fácil de um medico evitar a "tentação" de abortar do que um uma pessoa matar a outra por ódio ou de estuprar. Veja palavras do bispo:

"A excomunhão é uma penalidade grave e significa que a pessoa que cometeu determinado delito está excluída, não está em comunhão com a Igreja. Ou seja, não pode receber os sacramentos antes de se arrepender e pedir perdão. E não é uma expulsão da Igreja para sempre. Existem tantos pecados graves pelo mundo inteiro e não é aplicada a excomunhão. Por exemplo: um homicídio, como acontece todos os dias, é um pecado gravíssimo, mas não está excomungado." Como no caso do estuprador da menina. "A Igreja, pensando nos bens espirituais, considera o aborto gravíssimo e, então, estabeleceu essa penalidade. É importante recordar que se trata de uma penalidade automática, uma sentença já proferida. Estou insistindo isso porque, infelizmente, difundiram pelo Brasil afora, que Dom José Cardoso excomungou a menina de 9 anos. Tudo é falso. Eu não excomunguei ninguém. Quem excomungou foi a Lei da Igreja." Pode-se acrescentar que o bispo só tornou oficial o que já tinha acontecido no ato que a equipe médica abortou o feto e a mãe que consentiu com o ato. Muitos pensam que quando uma pessoa é excomungada, ela esta sendo enviada para o inferno, sem volta por arrependimento do pecador, declarada por um bispo. Muitas vezes o indigente está excomungado e não sabe. Para a excomunhão ser anulada, o abortista deverá se arrepender e confesar com algum bispo. "Está escrito no Código de Direito Canônico que qualquer pessoa que comete o aborto está automaticamente excomungada. Então, simplesmente eu expus isso para lembrar que não é somente esse caso aqui de Recife. Nós sabemos que, no Brasil, infelizmente acontecem, a cada ano, 1 milhão de abortos. É um absurdo. Eu simplesmente relembrei esta lei." -Acrescenta o Bispo.

Até numa entrevista da "TiTiTi" com o Pe. Marcelo Rossi ele afirma: "O Código de Direito Canônico é muito claro. O aborto é crime passivo de excomunhão imediata."

No Código Penal Brasileiro diz:

"Art. 128. Não se pune o aborto praticado por médico:

Aborto necessário

I - Se não há outro meio de salvar a vida da gestante;

Aborto no caso de gravidez resultante de estupro

II - se a gravidez resulta de estupro e aborto é precedido de consentimento da gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal." Continua...

Aborto e Igreja Católica III

...Continuação.

Bem, o Código Penal Brasileiro rege sobre todos os brasileiros como o Código de Direito Canônico rege sobre todos os filhos de Deus. A Igreja católica não é intolerante em certas ocasiões onde o aborto é a única saída. Mas por que nesse caso não? Para se fazer o procedimento do aborto é necessário que se faça um pedido à arquidiocese local para que o ato seja efetuado. O que a equipe e a mãe da criança foi uma antecipação dos procedimentos.
Se ainda houver dúvidas sobre o assunto escreva-a nos comentários. Ela será respondida por mim dentro dos possíveis e com muito prazer. Obrigado pela atenção!

domingo, 5 de julho de 2009

EVANGELHO QUOTIDIANO - Domingo, dia 05 de Julho de 2009


Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna. João 6, 68


Domingo, dia 05 de Julho de 2009

14º Domingo do Tempo Comum - Ano B


Décimo Quarto Domingo do Tempo Comum (semana II do Saltério)
Hoje a Igreja celebra : Santo António Maria Zacarias, presbítero, fundador, +1539

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui
São Simeão: Crer em Jesus actualmente


Livro de Ezequiel 2,2-5.

O Espírito penetrou em mim, enquanto me falava, e mandou-me pôr de pé; e ouvia alguém que me chamava. Disse-me: "Filho de homem, vou enviar-te aos filhos de Israel, aos rebeldes, que se insurgiram contra mim. Eles e seus antepassados têm-se revoltado contra mim, até ao presente dia. Eles têm a cabeça dura e o coração obstinado; envio-te a eles, e deves dizer-lhes: 'Assim fala o Senhor DEUS.' E quer te escutem quer não, porque são uma raça de gente rebelde, saberão que há um profeta entre eles.


2ª Carta aos Coríntios 12,7-10.

E porque essas revelações eram extraordinárias, para que não me enchesse de orgulho, foi-me dado um espinho na carne, um anjo de Satanás, para me ferir, a fim de que não me orgulhasse. A esse respeito, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Mas Ele respondeu-me: «Basta-te a minha graça, porque a força manifesta-se na fraqueza.» De bom grado, portanto, prefiro gloriar-me nas minhas fraquezas, para que habite em mim a força de Cristo. Por isso me comprazo nas fraquezas, nas afrontas, nas necessidades, nas perseguições e nas angústias, por Cristo. Pois quando sou fraco, então é que sou forte.


Evangelho segundo S. Marcos 6,1-6.

E partiu dali. Foi para a sua terra, e os discípulos seguiam-no. Chegado o sábado, começou a ensinar na sinagoga. Os numerosos ouvintes enchiam-se de espanto e diziam: «De onde é que isto lhe vem e que sabedoria é esta que lhe foi dada? Como se operam tão grandes milagres por suas mãos? Não é Ele o carpinteiro, o filho de Maria e irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? E as suas irmãs não estão aqui entre nós?» E isto parecia-lhes escandaloso. Jesus disse-lhes: «Um profeta só é desprezado na sua pátria, entre os seus parentes e em sua casa.» E não pôde fazer ali milagre algum. Apenas curou alguns enfermos, impondo-lhes as mãos. Estava admirado com a falta de fé daquela gente. Jesus percorria as aldeias vizinhas a ensinar.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por :

São Simeão, o Novo Teólogo (c. 949-1022), monge grego
Catequeses, n° 29 (trad. Delhougne, Les Pères commentent, p. 264 rev.; cf SC 113, pp. 165ss.)

Crer em Jesus actualmente


Muitos não se cansam de dizer: «Se nós tivéssemos vivido na época dos apóstolos e se tivéssemos sido considerados dignos de ver Cristo como eles, também nos teríamos tornado santos como eles». Ignoram que Ele é o mesmo, Aquele que fala, agora como nesse tempo, em todo o universo. [...] A situação actual não é certamente a mesma que se vivia então, mas é a situação de hoje, de agora, que é muito mais feliz. Ela conduz-nos mais facilmente a uma fé e convicção mais profundas do que o facto de O ter visto e ouvido fisicamente.

Naquela época, com efeito, era um homem que aparecia àqueles que não tinham inteligência, um homem de condição humilde; mas actualmente é um Deus que nos é pregado, um Deus verdadeiro. Naquele tempo, Ele frequentava fisicamente os publicanos e os pecadores e comia com eles; mas agora está sentado à direita de Deus Pai, nunca tendo estado separado d'Ele de maneira nenhuma. [...] Na altura, até as pessoas sem valor o desprezavam dizendo: «Não é o filho de Maria e de José, o carpinteiro?» (Mc 6, 3; Jo 6, 42) Mas agora os reis e os príncipes adoram-n'O como Filho do verdadeiro Deus e o próprio Deus verdadeiro. [...] Então, era tido por um homem perecível e mortal entre todos os outros. Ele que é Deus sem forma e invisível recebeu, sem alteração nem mudança, uma forma num corpo humano; mostrou-Se totalmente homem, sem oferecer ao olhar nada mais do que os outros homens. Comeu, bebeu, dormiu, transpirou e cansou-Se; fez tudo o que os homens fazem, excepto o pecado.

Não era fácil reconhecer e crer que um homem daqueles era Deus, Aquele que fez o céu, a terra, e tudo o que eles contêm. [...] Deste modo, quem hoje escuta diariamente Jesus proclamar e anunciar através dos santos Evangelhos a vontade do Seu Pai abençoado sem Lhe obedecer com temor e estremecimento e sem cumprir os mandamentos também não teria aceitado acreditar n'Ele naquela época.

Postagens populares

Google Plus


Google+
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...